Br Artesanato
Cadastre-se
Entrar
 
HOME
 
 

Lojas


Quem somos

Ações do Bem

Notícias

Canal BRartesanato

Política de Uso

No BRartesanato artesão não paga

Notícias

 





Alagoana foi selecionada entre 62 artesãos para evento no Uruguai
e 30 de julho a 2 de agosto, a capital do Uruguai, Montevidéu, sediará a 3ª edição do Reconhecimento de Excelência da Unesco para produtos artesanais do Mercosul. O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), através do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), participou da seleção das peças artesanais que irão representar o Brasil: das 62 peças inscritas, 13 foram selecionadas, sendo uma delas de Alagoas.
A peça “caminho de mesa”, bordada em filé, será a representante do Estado na competição de âmbito internacional. A artesã selecionada é Wendy Sherry, presidente da Cooperativa dos Artesãos da Barra Nova (Cooperarteban), que afirma ter ficado surpresa com o resultado. "Ao me inscrever, não fazia ideia de quantas peças seriam selecionadas ou com quantas pessoas eu iria competir. Sinto orgulho de estar representando Alagoas em uma competição internacional, essa é a primeira vez que participo de uma", declara.
 
Em Alagoas, a artesã está recebendo o apoio da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), responsável pela coordenação do PAB no Estado.
 
"Essa seleção é de extrema importância para o artesanato alagoano, sobretudo para o filé. Estamos em processo de obtenção da Indicação Geográfica (IG), uma espécie de reconhecimento oficial sobre a especificidade de uma área, concedido pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi). Acreditamos que esse evento internacional contribuirá ainda mais com a consolidação do ícone do nosso artesanato", frisou a coordenadora do PAB em Alagoas, Sônia Normande.
 
Todas as peças artesanais inscritas foram analisadas pelo Comitê de Seleção Nacional a partir de critérios listados em edital, desenvolvido pela Unesco: excelência, autenticidade, inovação, caráter ecológico e comercializável.
 
O chamado Reconhecimento de Excelência, distinção concedida pelo prêmio, tem o objetivo de incentivar os artesãos a criar produtos por meio de habilidades, design e temas nacionais de modo inovador, assegurando a continuidade e sustentabilidade das tradições culturais. É um instrumento de promoção que avalia a qualidade e autenticidade dos produtos, bem como a promoção internacional dos agraciados com o reconhecimento.
 
O evento, que é bianual, já recebeu outra alagoana anteriormente. Em 2004, a artesã de cerâmica, Dona Irinéia, de União dos Palmares, foi a única representante do Estado selecionada entre 113 brasileiros, chegando a ficar entre os dez finalistas. Uma de suas expressões artísticas mais fortes são as famosas cabeças de barro. “Isso demonstra a força da nossa arte e dos nossos artesãos”, ressalta a coordenadora Sônia Normande.
Fonte: agenciaalagoas




Postado por: BRartesanato às 16hs30



Histórico





 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
  , / . Bairro - - - faleconosco@brartesanato.com