Br Artesanato
Cadastre-se
Entrar
 
HOME
 
 

Lojas


Quem somos

Ações do Bem

Notícias

Canal BRartesanato

Política de Uso

No BRartesanato artesão não paga

Notícias

 





Além de ampliar a receita das micro e pequenas empresas, a ideia "é ter empresas mais competitivas no estado”, disse o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto
Cleonildo Mello
Natal - O empreendedor que pretende montar um pequeno negócio ou mesmo mudar o foco de atuação de sua empresa, com vistas ao Campeonato Mundial de 2014, tem mais chances de ter um bom faturamento se apostar em atividades ligadas ao comércio, turismo, artesanato e construção civil. Esses são os segmentos que apresentam as maiores oportunidades de negócios no Rio Grande do Norte. A indicação vem do estudo Mapa de Oportunidades para as micro e pequenas empresas nas cidades-sede, levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) a pedido do Sebrae.
E o papel da instituição será decisivo para que as possibilidades virem negócios sólidos. A instituição oferecerá capacitação, por meio de projetos focados nas oportunidades identificadas. De acordo com o diretor técnico do Sebrae no Rio Grande do Norte, João Hélio Cavalcanti, serão investidos R$ 5 milhões em capacitação empresarial, dos quais R$ 3 milhões já foram aplicados com esse intuito.
Os principais resultados desse mapeamento minucioso, que servirá para orientar a atuação das empresas de pequeno porte do estado, foram apresentados na manhã desta segunda-feira (22), durante o Encontro Sebrae de Negócios Oportunidades para 2014, que vai percorrer todas as cidades que receberão os jogos da Copa. Em Natal, o megaevento abrirá 356 possibilidades para se fazer negócios antes, durante e após o mundial.
“Identificamos as oportunidades de negócios propícias e rentáveis no Rio Grande do Norte que estarão em evidência devido a Copa. A partir dessas informações, vamos estabelecer um diálogo local, treinando fornecedores e criando elo entre grandes e pequenos. Além de ampliar a receita das micro e pequenas empresas, em termos de legado, queremos ter empresas mais competitivas no estado”, destacou o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto.
Segundo Baretto, as oportunidades não ficam restritas à capital potiguar. Outros polos, situados num raio de 100 quilômetros a partir do estádio, serão beneficiados com o evento dependendo da vocação local, além de empreendedores individuais,, que também poderão aproveitar essas oportunidades para incrementar os negócios. O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Rio Grande Dio Norte, Sílvio Bezerra, acrescentou que as oportunidades são tanto para aqueles que já têm uma empresa quanto para quem deseja montar um negócio próprio. "Queremos fazer esse elo para que esses empreendedores aproveitem o potencial gerador de negócios que uma Copa do Mundo proporciona", diz Sílvio Bezerra.
Capacitação
Além da qualificação das MPE, outra frente de atuação do Sebrae com foco na Copa serão as articulações. Para o setor da construção civil, o diretor superintendente da instituição, José Ferreira de Melo Neto, anunciou que será firmado um termo de cooperação com as construtoras OAS (responsável pelas obras do estádio Arena das Dunas) e EIT (encarregada das obras de mobilidade urbana). “Junto com essas construtoras, vamos identificar como podemos aproveitar as oportunidades para as pequenas empresas”, afirma o superintendente.
Outra parceria será feita com o Sinduscon-RN, para capacitar prestadores de serviços na área da construção civil. São profissionais, como pintores, e eletricistas, que podem dar suporte às grandes empreiteiras. “Teremos um esquema especial de atendimento na Central Fácil do Sebrae, mostrando os projetos em que os empreendedores poderão ser inseridos”, explica o superintendente.
ServiçoSebrae no Rio Grande do Norte: (84) 3616.7910

Site: www.rn.agenciasebrae.com.br





Postado por: BRartesanato às 17hs03



Histórico





 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
  , / . Bairro - - - faleconosco@brartesanato.com