Br Artesanato
Cadastre-se
Entrar
 
HOME
 
 

Lojas


Quem somos

Ações do Bem

Notícias

Canal BRartesanato

Política de Uso

No BRartesanato artesão não paga

Notícias

 





Entre as peças feitas estão chinelos bordados com miçangas
Com apenas dois anos de atuação na área de ressocialização junto ao sistema penitenciário de Mato Grosso, a Fundação Nova Chance (Funac), além do reconhecimento da sociedade, vem conquistando também resultados que agregam valor a desafiante missão de promover a reinserção social de pessoas privadas de liberdade.
Um dos exemplos ocorreu na última terça-feira (31), ocasião em que uma ex-reeducanda do presídio feminino Ana Maria do Couto May, em Cuiabá, firmou parceria com a Funac para ministrar, na unidade prisional onde cumpriu pena, curso de confecção de chinelos bordados, incluindo no trabalho gratuito a doação dos materiais empregados nas peças.
De acordo com o planejamento estabelecido para as aulas, serão atendidas inicialmente cinco reeducandas. Os produtos confeccionados serão comercializados e a renda revertida para a compra de novos materiais que irão oportunizar um segundo curso; o de bijuterias, a ser ministrado também pela ex-reeducanda.
Para a proponente da capacitação, a iniciativa visa mostrar à sociedade que as mulheres na unidade prisional poderão ao final da pena, assim como ela, voltar ao convívio social com dignidade.
Para a diretora em exercício do presídio feminino, Rosânea Maria, a atitude da ex-reeducanda é elogiável e servirá de referência para muitas mulheres ali atendidas, as quais poderão se espelhar no exemplo a ser seguido. A diretora afirmou ainda que a iniciativa é um estímulo e servirá para atrair outros cursos de qualificação, além das capacitações já ministradas no presídio.
Na avaliação da presidente da Funac, Neide Mendonça, exemplos como esse, além de emocionar, asseguram a importância da capacitação como fator gerador de renda e de aumento da autoestima dos atendidos.
Nessa direção, ela destacou a importância da criação de oportunidades para as reeducandas e agradeceu o apoio que a sociedade vem oferecendo ao trabalho da Fundação em todo o Estado. Ela ainda salientou que os resultados são possíveis também, devido à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) ter oferecido essa credibilidade à Fundação Nova Chance.
Por meio de parcerias com instituições públicas, privadas e sociedade civil organizada, a Funac vem desenvolvendo diversas ações de ressocialização. Uma delas é a Unidade Produtiva da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, onde são confeccionados diversos produtos, entre eles, sofisticados artefatos de couro. A capacitação das reeducandas para tais práticas tem oferecido à sociedade profissionais de alta qualidade.
Outras unidades prisionais em Mato Grosso também contam com Unidades Produtivas. No interior do Estado, a penitenciária Ferrugem no município de Sinop capacita reeducandos para a construção civil. Já na cadeia pública de Mirassol DOeste, entre outros projetos, alcançaram êxito na capacitação das técnicas de pintura em Telha e Tela.




Postado por: BRartesanato às 21hs14



Histórico





 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
  , / . Bairro - - - faleconosco@brartesanato.com