Br Artesanato
Cadastre-se
Entrar
 
HOME
 
 

Lojas


Quem somos

Ações do Bem

Notícias

Canal BRartesanato

Política de Uso

No BRartesanato artesão não paga

Notícias

 






Por Samuel Bryan 
A escola de samba carioca Unidos da Vila Isabel se prepara para entrar no sambódromo neste carnaval com um tema especial: "Retratos de um Brasil Plural", um samba que faz referência a duas figuras acreanas, o Patrono do Meio Ambiente Brasileiro, Chico Mendes, e o músico João Donato. E a Comissão de Frente da atual campeã do carnaval mais famoso do mundo ainda tem muitos segredos guardados, menos um, seus sapatos, que foram desenvolvidos pelo artesão acreano José de Araújo, o Dr. Borracha, de Epitaciolândia.
O mestre-sala e a porta-bandeira da Vila Isabel, que homenageará o Acre este ano, se apresentaram em dezembro na capital 
São 30 pares de sapatos de látex que já estão no Rio de Janeiro prontos para desfilar na Sapucaí. A escola de samba queria que os sapatos viessem do Acre e a primeira-dama do Estado, Marlúcia Cândida, foi a responsável por selecionar, entre os vários artesãos acreanos, qual seria o calçado a desfilar ...

saiba mais

Postado por: www.institutoproduzir.org.br às 09hs45





Muitos hotéis em Maceió estão com todos os apartamentos ocupados por turistas que buscam sol e mar para curtir o carnaval. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/ AL) a média de ocupação está acima de 84%, são brasileiros e estrangeiros. Para a secretária Municipal d Promoção de Turismo (Semptur), Cláudia Pessôa, as festas carnavalesca aquecem a economia da cidade. "Além de lotar os hotéis, os nossos visitantes fazem passeios, vão aos restaurantes, compram artesanato, utilizam serviços de taxi, e até outros setores da economia são beneficiados. As panificações são um bom exemplo. Os hotéis encomendam uma quantidade grande de pão e outros produtos para atender a demanda dos hóspedes", explicou a secretária.
Cláudia Pessôa informou também que neste período as festas de momo organizadas pela Prefeitura de Maceió pormeio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) são mais uma opção para quem visita a cidade.
"Mace...

saiba mais

Postado por: www.institutoproduzir.org.br às 09hs44





Mulheres de Fibra montaram associação para comercializar artesanato.
Grupo encontrou na atividade motivação para gerar renda e mudar de vida.
Waldson Costa
Do G1 AL
Conhecidas como "Mulheres de Fibra", devido a matéria-prima que usam para fabricação de peças de artesanato e a capacidade empreendedora, 12 agricultoras que vivem nos assentamentos agrários de Água Fria e Massangana, na zona rural de Maragogi, estão ganhando mercado e gerando renda com a produção de peças artesanais fabricadas com a fibra da bananeira.
Artesã traça fibra de bananeira durante produção de peça em filé
A técnica que reutiliza o tronco da bananeira, que seria descartada no campo após período de maturação da planta, mudou a vida das agricultoras associadas, que trabalhando em grupo, produzem objetos utilitários - a exemplo de passadeiras, jogos americanos e porta copos - e de decoração - bolsas e carteiras -, que são comercializados em feiras de diversos estado...

saiba mais

Postado por: www.institutoproduzir.org.br às 09hs43





José de Paula tem 71 anos de idade e é engenheiro agrônomo aposentado.
A primeira fantasia foi criada em 1968, após desfilar por escola de samba.
Carolina Holland
José de Paula cria fantasias desde 1968 em Cuiabá
Boa parte das fantasias de escolas de samba de Cuiabá e outros municípios de Mato Grosso dos últimos 46 anos passaram pelas mãos do engenheiro agrônomo aposentado José de Paula, de 71 anos. Vive o Carnaval todos os anos desde 1967, quando desfilou pela primeira vez. Responsável por criar e costurar, ele também já se arriscou em fazer letra de música. Mas, não se considera um carnavalesco. "Sou um artesão de Carnaval", define-se.
O gosto pela folia começou ainda pequeno, por influência do pai e de uma mulher que trabalhou com a família. "Ela morava no Terceiro de Dentro [hoje, região do Bairro Grande Terceiro] e me levava nos bailes do José Maria, no [cordão] Coração da Mocidade. Então eu fui pegando o gosto", disse.
A estreia na...

saiba mais

Postado por: www.institutoproduzir.org.br às 09hs42





DA REDAÇÃO 
A Subsecretaria da Mulher e da Promoção da Cidadania de Mato Grosso do Sul realizará, em alusão ao Mês da Mulher, 134 eventos para promover a igualdade de gênero e chamar a atenção da população para as políticas públicas da mulher.
Durante todo o mês, serão realizadas oficinas de artesanato, palestras, passeatas, blitze educativas em alusão ao Dia Internacional da Mulher, feiras que oportunizam às mulheres comercializarem produtos artesanais e alimentícios, tendo como objetivo sua independência financeira, além de diversas homenagens. Os eventos serão realizados em diversos municípios do Estado.
Para saber mais clique aqui.www.noticias.ms.gov.br


Postado por: www.institutoproduzir.org.br às 09hs39



Histórico





 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
  , / . Bairro - - - faleconosco@brartesanato.com