Br Artesanato
Cadastre-se
Entrar
 
HOME
 
 

Lojas


Quem somos

Ações do Bem

Notícias

Canal BRartesanato

Política de Uso

No BRartesanato artesão não paga

Notícias

 





Animadas com o bom fluxo de visitantes do 19º Salão de Artesanato da Paraíba, artesãs de cooperativas esperam superar as vendas registradas na edição anterior do evento. "Desde o começo do Salão, a gente teve um aumento na faixa de uns 10%, mas daqui para o final espero suba mais", afirma a associada Luísa Barros, da Cooperativa dos Curtidores e Artesãos em Couro de Ribeira de Cabaceiras (Arteza). 
O mesmo percentual de crescimento é esperado pela Cooperativa Artesanal "As Cabritas de Boa Vista", segundo a cooperada Conceição Emiliano. As belas bolsas e acessórios de chita (trançada, desfiada, pintada ou bordada), produzidas pela cooperativa, chamam a atenção do público visitante. "O movimento está ótimo e a gente está vendendo bem. Não tenho do que reclamar", comenta a cooperada. 
Também salta aos olhos a beleza das redes e toalhas produzidas com a técnica do batique (técnica de pintura que usa cera de abelha e parafina) pelas artesãs da Coope...

saiba mais

Postado por: www.institutoproduzir.org.br às 18hs12




Bambu, cipó, raízes e madeira servem de material para mandalas.
Para artesão, trabalho reforça talento da cidade para peças em madeira.
Marina Alves
Do G1 Centro-Oeste de Minas
Transformar restos de madeira em obras de arte. Há oito anos, esse tem sido o trabalho de Flávio Nogueira, de Carmo do Cajuru, cidade polo moveleiro na região Centro-Oeste de Minas. Em um ateliê montado na casa dele, o artesão cria as mandalas em diversas cores e formatos. (Veja galeria de fotos aqui)
O estímulo para seguir pelo caminho da arte surgiu após contato com uma decoradora, quando ele ainda trabalhava em uma loja de móveis na cidade. Após ela pedir que ele arrumasse e cortasse pequenos pedaços de madeira e cipó, uma ideia surgiu na cabeça de Flávio. "O que me despertou foi pensar em uma destinação para o resto da madeira que eu encontrava. O que acho na natureza e o que poderia ir paro o lixo e eu reaproveito", contou.
Mas ainda faltava a técnica certa para trabal...

saiba mais

Postado por: www.institutoproduzir.org.br às 18hs11




por André Roedel
Um grupo com 15 alunos já está fechado.
As aulas são ministradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR)
O Sindicato Rural de Salto está com inscrições abertas para formação de lista de espera do curso de Artesanato em Madeira Maciça Reciclável - Marcheteria. De acordo com representantes do Sindicato, a lista serve de base para solicitação de novas turmas. Um grupo com 15 alunos já está fechado.
Com originais e cópias do RG e CPF, interessados devem procurar o Sindicato na Rua Rodrigues Alves, nº 635. Para se inscrever, o candidato deve ter no mínimo 18 anos, ser alfabetizado e ter condições físicas e mentais para exercer a atividade.
As aulas são ministradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) e abordam a importância cultural e econômica do artesanato, o preparo do local, reunião, coleta e aquisição do material, limpeza, seleção e armazenamento da matéria-prima, execução da técnica da marche...

saiba mais

Postado por: www.institutoproduzir.org.br às 18hs10




Um blog feito para quem ama artesanatos, em especial crochê!!


Postado por: Luciane Rontani às 12hs22



Histórico





 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
  , / . Bairro - - - faleconosco@brartesanato.com