Br Artesanato
Cadastre-se
Entrar
 
HOME
 
 

Lojas


Quem somos

Ações do Bem

Notícias

Canal BRartesanato

Política de Uso

No BRartesanato artesão não paga

Notícias

 





A produção artesanal de 250 mulheres de 17 terreiros de candomblé, situados em Salvador e região metropolitana, ganhou na quinta-feira (27/12) uma loja exclusiva. É o Espaço Mauanda – Arte, Moda e Cultura Afro, localizado na Estrada do Coco, município de Lauro de Freitas. Roupas, peças de tecido, de decoração e enfeites feitos pelas mulheres serão comercializados no local.
Parte do Programa Vida Melhor Urbano, do Governo do Estado, o objetivo da ação é promover a inclusão produtiva com geração de renda e preservação das tradições e da cultura afrodescendentes. A inauguração reuniu líderes religiosas e representantes do poder público.
“É um tipo de loja que não existia e apresenta trabalhos de valor cultural. Acreditamos no sucesso do empreendimento”, disse o coordenador do programa, Ailton Florêncio. Segundo ele, a ação foi iniciada com a identificação das artesãs e análise da viabilidade econômica dos produtos. Em seguida, ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs29




Alguns dos estandes do 17º Salão de Artesanato da Paraíba que mais fazem sucesso entre os visitantes têm cor, cheiro e muito sabor. Todos estão instalados na praça de alimentação do evento, que enaltece a verdadeira gastronomia paraibana. Os turistas ficam encantados ao saborearem e conhecerem as origens das comidas típicas do Estado.
Entre os que mais chamam atenção do público, destaque para os que comercializam licores. Betejane Menezes produz a bebida artesanalmente com a mãe, Maria Eva Menezes, em Guarabira. Ela revela que participa do Salão desde as primeiras edições. Com 52 anos de tradição e experiência no ramo, elas triplicam os lucros do negócio da família durante o evento. “A gente dá graças a Deus por participar do Programa de Artesanato, porque aqui temos oportunidades de expandir nosso negócio, aumentar a clientela e a nossa renda. Tudo feito de forma organizada e com respeito pelo nosso trabalho. O Governo do Estad...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs28




Após sofrer um acidente grave e ficar sem emprego, o escultor Guilherme Santos, 35 anos, resolveu usar seu talento para investir em um negócio próprio. Com esse objetivo, começou a esculpir artesanatos com matéria prima do cerrado tocantinense. Capins dourados, jatobás, buchas vegetais, talos de buritis e vargens de flamboyant começaram a ganhar novas formas e a arte foi surgindo. Com o material, o artesão esculpiu bonecos, quadros e porta canetas, os quais vieram a ser conhecidos nacionalmente.
Segundo o empresário, tudo começou quando fez telhas decorativas, e o artesanato foi bem vendido em uma feira no interior do Tocantins. A partir desse primeiro produto, pensou em criar um objeto que não iria prejudicar a natureza e lhe renderia bons lucros, assim nasceram os bonecos feitos de jatobá. "Nesse momento, eu vi que eu poderia viver da arte".
Não houve investimentos financeiro, conta o artesão. Ele não dispunha de capital, somente a criatividade e a ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs27




Baseados no modelo incentivado pelo Ministério do Trabalho, adeptos palhocenses pedem apoio para participar de licitações
Nem só de pães, bolachas, queijos caseiros e produtos orgânicos se faz a Economia Solidária em Palhoça. Além da feira semanal que acontece todas as quartas-feiras no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Palhoça, no centro da cidade, outro espaço promove, diariamente, o movimento social no Município: a loja de artesanato Recanto das Artes. 
Localizado em um quiosque na Praça Sete de Setembro desde 2006, o local é cedido pela Prefeitura para seis mulheres que, usando os princípios da Economia Solidária, têm no artesanato um complemento para a renda mensal. “O lucro mensal de cada artesã varia muito, mas fica em torno dos R$ 500. Algumas chegam a lucrar até R$ 1,2 mil por mês”, explica Inês Terezinha Guarnieri, estudante de Serviço Social.
Os adeptos da Economia Solidária pretendem conseguir do Município um apo...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs26




De 2005 a 2012 mais de 169 mil produtos foram comercializados
Mato Grosso vendeu 169 mil produtos artesanais mato-grossenses entre 2005 e 2012
DA ASSESSORIA
Referência nacional, o artesanato mato-grossense continua em crescimento. No período entre 2005 e 2012, mais de 169 mil produtos artesanais foram comercializados em eventos realizados pela Secretaria de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme) em parceria com o Programa Artesanato em Mato Grosso (PAB/MT). O avanço da atividade ocorreu no mesmo momento em que os trabalhadores da área começaram a se profissionalizar, investir em qualificação e na internacionalização de seus produtos, impulsionados pelo aquecimento do mercado pelo fato do Brasil ser sede da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016.
O Estado tem atualmente entre 13 e 16 mil artesãos e trabalhadores manuais, segundo diagnósticos feitos pela Sicme. Destes, 4.779 artesãos e 287 trabalhadores manuais estão inser...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs24




Estratégia é apresentar produtos que atendam às demandas de turistas que visitarão o Rio Grande do Norte na Copa do Mundo
João Hélio apresenta as novidades do espaço do Sebrae para a Fiart deste ano
Natal - A 18ª edição da Feira Internacional de Artesanato do Rio Grande do Norte (Fiart) deve atingir um volume de vendas da ordem de R$ 5,7 milhões, segundo projeção dos organizadores. O evento, lançado nessa quinta-feira (10), começa no dia 18 e contará com 385 estandes de vários estados do Brasil e de outros países. O Sebrae no Rio Grande do Norte terá um espaço denominado Brasil Original, que contará com a exposição de produtos com foco na Copa do Mundo da FIFA 2014. 
No lançamento, o diretor-técnico do Sebrae no estado, João Hélio Cavalcanti, ressaltou a participação da instituição e a importância do artesanato para a economia do estado, como atividade geradora de renda para os grupos produtores. Além disso, o ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs24




Parceria com a marca Cantão pode gerar renda para associações de artesãs
Artesanato alagoano
Das mãos da mulher rendeira para as passarelas de alta costura. O artesanato alagoano sempre se destacou pelo mundo afora e está prestes a se tornar ícone para as próximas coleções de uma das grifes mais importantes do país.
Três estilistas da franchising Cantão partem do Rio de Janeiro para realizar uma pesquisa de campo em Alagoas, entre os dias 4 e 7 de fevereiro. Para executar este projeto pioneiro, os franqueados da marca em Maceió buscaram o apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Secretaria Municipal de Promoção do Turismo (Semptur).
À frente da comitiva fashion, a coordenadora de estilo da franquia, Lanza Mazza, é um dos nomes de destaque na vanguarda da moda brasileira. Com formação em desenho industrial e estudos de moda em Nova York e na Itália, a estilista ficou encantada quando percebeu a riqueza do f...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs23



Histórico





 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
  , / . Bairro - - - faleconosco@brartesanato.com