Br Artesanato
Cadastre-se
Entrar
 
HOME
 
 

Lojas


Quem somos

Ações do Bem

Notícias

Canal BRartesanato

Política de Uso

No BRartesanato artesão não paga

Notícias

 





O artesanato tem sido uma das saídas para dependentes de substâncias psicoativas se livrarem mais rapidamente do vício. Tem sido assim no Centro de Atendimento Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS ad) que, em março, completou quatro anos de atendimento em Corumbá. Entre as mais variadas atividades, as aulas de artesanato têm se despontado dentro da instituição. Hoje, 20 dependentes participam com frequência das aulas ministradas pela professora Odelta Maria Lopes. O resultado pode ser visto em uma barraca cedida para o CAPS ad, dentro do circuito do Festival América do Sul.
São mais de 100 peças artesanais expostas na barraca instalada próximo ao Palco Pantanal, na Avenida General Rondon. As psicólogas Silvia Segóvia Freire e Ana Lúcia Provenzano fazem questão de apresentar os trabalhos dos pacientes. "Eles utilizam muito materiais recicláveis, palha de milho, folha de camalote, entre outros. Tudo aqui é produzido por eles próprios, utilizando somente...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 17hs33




Artesãos estão vendendo barracas
Há 27 anos artesãos que montavam e desmontavam suas barracas na orla da Pajuçara entraram em acordo com a Superintendência Municipal de Controle do Convívio Urbano (SMCCU) para organizar uma feira de artesanato fixa na orla da cidade. Surgia então, com 200 barracas, a Feirinha de Artesanato da Pajuçara.
Os artesãos receberam as lojas em regime de comodato, quando alguém (no caso a SMCCU) entrega a outrem a posse temporária de algum bem. Nesse caso, o aluguel e a venda são considerados ilegais. Na última semana, a Gazeta recebeu a denúncia de que barracas da feirinha estavam sendo comercializadas por cerca de R$ 40 mil. Numa visita ao local, a equipe de reportagem apurou a informação de que, além de “vender” as barracas para outros artesãos, haveria também pessoas de outras nacionalidades comprando as barracas e trazendo artesanato de Caruaru (PE) para revender na Feirinha da Pajuçara.
A Gazeta entrou em ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 17hs32




O verão proposto pelas 22 grifes que desfilaram durante a 10ª edição do Minas Trend Preview traz um ar romântico, delicado, em cores claras, que podem ser contrapostas por outras mais fortes, rendas, transparências etc. Muitas das propostas apresentadas já puderam ser vistas em passarelas internacionais. Vale a interpretação de cada grife, com o DNA próprio, para apresentar suas criações para o verão 2013.
A semana abriu a temporada de desfiles para a estação quente no Brasil. Depois vem Fashion Rio e São Paulo Fashion Week, onde algumas apostas podem ser confirmadas ou substituídas. Por enquanto, confira um resumo do que se viu em solo mineiro e comece a pensar no seu guarda-roupa de verão.
Sorvete 
Depois do massacre do color blocking do verão passado, agora as tonalidades vêm mais tranquilas, como rosa nude, pistache, celeste, por exemplo. Mas aí surgem coral, verde mais intenso, azul-royal e o amarelo-lima para acender a cartela.
B...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 17hs31




Com a participação de 40 grupos de vários bairros da cidade, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) abre oficialmente nesta segunda-feira (30), às 15h, mais uma versão da Feira de Artesanato Cidade Solidária, desta vez, em frente à sede da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), em Tambaú.
A iniciativa tem por objetivo a divulgação e comercialização da produção dos que trabalham em regime de economia solidária, apoiados pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), agregando e articulando os valores da cultura popular nordestina.A Feira Cidade Solidária acontecerá diariamente até o dia 12 de maio, das 15h às 22h.
A visitação é gratuita. O evento será ainda um espaço para divulgação de grupos artístico-culturais dos programas sociais, como o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) e ProJovem Adolescente, e de unidades de atendimento, a exemplo do Centro de Atendimento Psicossocial (Caps). A coordenação é da Di...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 17hs29




Ex-produtora rural e empregada doméstica de Mossoró (RN) investe no talento e muda o perfil econômico da família
Leandro de Souza
Brasília - Tudo começou quando o marido negou-lhe um real. Francisca Fernandes, moradora de Mossoró (RN), então com 49 anos de idade, decidiu que era tempo de se libertar. A lida como agricultora e empregada doméstica não atendia mais aos seus anseios pessoais. Então, como que por encanto ou predestinação, ela sentou-se na frente da TV e viu uma reportagem que mostrava o artesanato como alternativa de renda. A mulher não teve dúvidas: era esse o caminho a trilhar.
No início, a empreitada foi complicada. A potiguar tentou reproduzir a técnica mostrada na TV. Não conseguiu e decidiu superar o obstáculo com criatividade. Inventou uma fórmula própria para as peças que pretendia fazer. Misturou goma de tapioca, sabonete, óleo vegetal, vinagre e cola plástica. Pronto! Estava formada a massa maleável para a produ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 17hs27



Histórico





 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
  , / . Bairro - - - faleconosco@brartesanato.com