Br Artesanato
Cadastre-se
Entrar
 
HOME
 
 

Lojas


Quem somos

Ações do Bem

Notícias

Canal BRartesanato

Política de Uso

No BRartesanato artesão não paga

Notícias

 





A Orla de Atalaia é palco tradicional da festa de virada de ano no Piauí. Por esse motivo, vários órgãos do Governo do Estado estão trabalhando no local nesse período, incluindo o Programa de Artesanato Piauiense (Prodart), que inicia a exposição e comercialização de peças artesanais nesta quinta-feira (27). O Art Praia, que ficará na Orla de Atalaia, prossegue até o dia 7 de janeiro.
“Vamos fechar o ano com essa exposição na Orla de Atalaia, em Luís Correia, algo belíssimo para os visitantes, buscando superar o ano passado. Além da exposição, haverá várias oficinas, incluindo uma com materiais recicláveis. Ano passado tivemos apenas uma oficina. O Prodart trabalha incansavelmente na organização dessas feiras, pois são esses eventos que realmente divulgam nossos produtos”.
Ao longo desses dias haverá oficinas de pintura em tecido, pintura em tela, bijuterias e a novidade deste ano: a oficina de reciclagem, em parceria com o Projeto de E...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs01




Artistas aproveitam o período de final de ano para faturar em presentes. 
Criatividade e exclusividade são as vantagens dos produtos artesanais. 
Para quem trabalha com a arte é Natal o ano todo. Em Marília (SP), alguns artesãos usam a inspiração que surge até mesmo na madrugada para criar peças decorativas que mexem com a imaginação e até com o paladar.
Galhos secos encontrados na rua, Retrós de linha, bolinhas de natal dessas bem baratinhas e pisca-pisca. Juntando tudo é possível criar um belo enfeite de natal. É assim que Marina Pimentel produz as peças em seu ateliê. No local, é possível comprar presentes artesanais em conta ou comprar material para confeccioná-los. "Quando a pessoa está fazendo a própria peça para dar para outra, ela dá um carinho em cima daquela peça e é gostoso de receber, todo mundo gosta", conta a artesã.
A artesã Clarisse Alves Madureira também utiliza o que encontra na rua para criar...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs12




O Instituto dos Guardas Florestais do Amapá (Igfap) expôs ontem, 22, em sua sede, os artigos natalinos produzidos por guardas, em uma oficina em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). Latinhas, garrafas pet, tampas de recipientes, entre outros materiais, foram transformados em arte.
“Participamos da primeira oficina de técnicas recicláveis e agora estamos expondo o nosso produto com materiais que poderiam estar nas ruas”, contou a coordenadora de Meio Ambiente do Igfap, Ini Palheta.
Além da exposição, o material também foi comercializado, a preços de R$1,50 a R$ 30.
De acordo com Ini, todas as pessoas da coordenadoria de Meio Ambiente participaram do treinamento de artesanato, totalizando 28 guardas florestais.
“Nós aproveitamos o que poderia ter o lixo como destino e produzindo essas peças de artesanato expostas aqui. Além desse curso, eu já participei de outros, onde aprendi a fazer bolsas com garrafas p...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs12




Com mais de meio milhão de pessoas indo às compras, Feira de Artesanato e shoppings da capital projetam aumento nas vendas neste ano. Na Savassi, expectativa é de retraçãoUma multidão calculada em cerca de 120 mil pessoas, o dobro da quantidade de torcedores num dia de clássico Atlético x Cruzeiro no Mineirão, lotou ontem a Feira de Artesanato na Avenida Afonso Pena, no Centro de Belo Horizonte, desde as 5h da manhã. Segundo cálculos da Associação dos Expositores da Feira de Artes e Artesanato da Afonso Pena (Asseap), este ano o público e as vendas de Natal serão entre 20% e 30% maiores do que os registrados em igual período de 2011. Um dos motivos é que, ontem, as barracas ficaram abertas até as 17h, quando em dias normais encerram o expediente às 14h. 
Expositores como Rosana Diniz, porém, decidiram não ficar até o fim diante da enxurrada de vendas que conseguiram promover ainda pela manhã. Ela levou 500 pares de rasteirinhas para a barrac...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 15hs28




 Após a abertura oficial do evento, os visitantes puderam conhecer, por meio do artesanato produzido em 128 municípios do Estado, a história, tradição e cultura
O governador Ricardo Coutinho anunciou o lançamento do Selo do Artesanato Paraibano em 2013, que vai certificar a qualidade e a origem dos produtos ‘made in Paraíba’. A novidade foi apresentada durante a abertura do 17º Salão de Artesanato da Paraíba, na noite dessa quarta-feira (19), no Jangada Clube, na praia do Cabo Branco, em João Pessoa.
Após a abertura oficial do evento, os visitantes puderam conhecer, por meio do artesanato produzido em 128 municípios do Estado, a história, tradição e cultura. Nesta edição, que traz como tema o “Imaginário Infantil”, o destaque são os brinquedos artesanais que encantam crianças e adultos.
Além das peças, o salão também abre espaço para outras tipologias como a renda renascença e labirinto, a cerâmica, esculturas em madeira, ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 11hs19




Durante a 17ª edição do Salão de Artesanato Paraibano, em João Pessoa, estarão expostos 15 produtos que farão parte do projeto nacional “Expoarte – Brasil Original”, que visa dar visibilidade ao artesanato brasileiro nos mega eventos esportivos dos próximos anos (Copa das Confederações, Copa do Mundo e Jogos Olímpicos). Da Paraíba, serão selecionados 150 produtos artesanais que serão apresentados em diversas cidades brasileiras durante esses eventos. Uma prévia, com os 15 primeiros produtos selecionados, serão mostrados no Salão, entre os dias 19 de dezembro e 20 de janeiro de 2013, no Jangada Clube.
“Faremos o lançamento do Brasil Original aqui na Paraíba durante o Salão de Artesanato. Esses produtos que estamos selecionando há cerca de um mês terão uma grande visibilidade durante os eventos esportivos, em várias cidades do país. Os primeiros produtos já estarão sendo mostrados no Salão, em João Pessoa...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs54




Com projeto inicial em madeira construído em 1809, o Mercado Central de Fortaleza se destaca como um dos principais polos de artesanato da Capital, gerando milhares de empregos diretos e indiretos.
No inicio, os únicos produtos que podiam ser comercializados eram carnes, verduras e frutas. Após a demolição e das precárias instalações do mercado, em 1814, além da construção de um novo espaço conhecido por Cozinha do Povo, o mercado passou por uma grande e importante mudança.
Em 1931, os lojistas foram proibidos de vender frutas, legumes e carnes e tiveram que se adaptar à nova regra, o que mudou ramo dos negócios. Rendas, labirintos, esculturas, trabalhos manuais eram os novos produtos do comércio no local, o famoso artesanato.
Com o passar dos anos, várias reformas foram feitas no Mercado Central. Em 1975, o local foi reinaugurado, com um espaço bem maior. O espaço passou a contar com 1.200 metros quadrados. Devido ao grande movimento de turista...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs53




São mais de 700 artesãos de 126 municípios paraibanos, que irão expor trabalhos em cerâmica, madeira, tecelagens, fios, fibras, brinquedos populares e até gastronomia em uma área de 3.200 m²
O Programa de Artesanato da Paraíba abre, na próxima quarta-feira (19), o 17º Salão de Artesanato da Paraíba, no Jangada Clube, na praia do Cabo Branco, em João Pessoa. Entre as novidades deste ano, está a ampliação do número de artistas. São mais de 700 artesãos de 126 municípios paraibanos, que irão expor trabalhos em cerâmica, madeira, tecelagens, fios, fibras, brinquedos populares e até gastronomia em uma área de 3.200 m². O projeto arquitetônico é de Gustavo Vaz e Carolina Gomes.
Nesta edição, o Salão dará destaque aos brinquedos feitos à mão trazendo o tema “Imaginário Infantil”. A coordenadora geral do Programa de Artesanato Paraibano, Pâmela Bório, explicou que, mesmo se tratando do imaginário infantil, a feira não é exclusiva p...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs53




A agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes) é apoiadora da 1ª Feira de Artesanato e Economia Solidária da Serra, que começa nesta quinta-feira (13) e segue até domingo (16), das 10 às 21 horas, ao lado do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) de Laranjeiras.
A prefeitura da Serra preparou uma exposição, em 1.500 metros quadrados e 42 estandes, que irá comercializar artigos do Artesanato e Economia Solidária capixabas. A expectativa é receber cerca de dez mil pessoas por dia no local.
O agroturismo municipal vai ocupar um estande com uma grande variação de produtos como: pães, bolos, biscoitos, doces em compota e cristalizados, licores, queijos, chocolates, artesanato culinário e docinhos. Deliciosas esculturas feitas em leite ninho são algumas das novidades deste ano.
 “Essa é uma importante iniciativa no sentido de apoiar a cultura capixaba. Nossa intenção é proporcionar vis...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 11hs03




Chegou  grande dia. A última lista de candidatos selecionados é da categoria Idéia. E não era para menos. Foram 387 inscritos e analisados por um grupo muito especial de curadores formado por Ronaldo Lemos, Ronaldo Fraga, Rony Rodrigues, Alexandre Herchcovitch, Sergio Gwercman, Caio Túlio da Costa, Cid Torquato, Adélia Borges, Lala Deheinzelin e Ilse Guimarães.
A lista final tem 79 nomes que vão participar da etapa dos festivais regionais e terão a oportunidade de defender pessoalmente seus projetos em datas a serem definidas.
Por ora, é comemorar e começar a se preparar. O curador Ronaldo Lemos comenta que foi muito interessante fazer a análise e conhecer o que estava acontecendo em termos de economia criativa no Brasil.  Para fazer a sua seleção, ele usou como critérios a viabilidade do projeto proposto, a simplicidade ou objetividade da idéia. “Além disso, tentei apoiar projetos que apresentam alguma inovação na área em que foram apre...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 17hs12




Moradores de Santa Vitória do Palmar usam folhas, fibra e fruta da palmeira.
Investimento em produção é pequeno e retorno garante sustento o ano todo.
Símbolo de Santa Vitória do Palmar, no Sul do Rio Grande do Sul, o butiá está por toda parte, em praças e ruas da cidade . Além de embelezar a paisagem, a partir desta palmeira nativa da América do Sul são produzidos inúmeros pratos típicos e até mesmo artesanato. Grupos de moradores do município usam a criatividade para transformar folhas e fibra em objetos de decoração e o fruto em receitas cuja venda garante renda extra às famílias o ano todo.
“Há pessoas que vêm de fora para comprar o suco e o licor de butiá. Outros não conhecem a fruta e ficam deslumbrados quando a conhecem”, relata a artesã Ângela Castro. Ela faz parte de um dos três grupos que usam a folha, a fibra e também o coquinho da palmeira como matéria-prima para a produção de bandejas, garrafas, arranjos, c...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs05




“Depois do treinamento as vendas triplicaram, tem comerciante de Águas de Lindóia que nos procurou interessado em nossos produtos”. Esse é o relato de Lúcia Helena Arruda Belinato, uma das integrantes da Associação do Batinga, que participou do curso de decoupage oferecido pelo SENAR MINAS.
As alunas participaram do curso com o objetivo de oferecer maior diversidade de produtos e também para incrementar a renda das famílias que fazem parte da associação. “A gente já produzia alimentos derivados do leite, agora, nós começamos a trabalhar também com o artesanato de decoupage, e tem dado muito certo”, ressalta Lúcia.
Criada há 15 anos, a associação conta com a participação de 30 produtores e trabalhadoras rurais da região de Jacutinga e Monte Sião. Para as mulheres, a união faz a força. Durante o dia, o trabalho é na lavoura e à noite, elas se dedicam ao serviço da associação. Os encontros acontecem uma vez por semana no barracão ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs34




Peças artesanais produzidas por centenas de presos da unidade de regime fechado nº 1 e unidade de regime fechado feminino de Rio Branco, estarão em exposição nos dias 11 e 12 de dezembro Palácio da Justiça em Rio Branco. A mostra é aberta ao público e pode ser visitada das 9h às 17h.
O material é confeccionado através do projeto “passaporte”. o projeto foi idealizado pela direção e coordenação da Unidade de Regime Fechado Nº1, iniciou no dia 1º de setembro de 2012, sob aprovação da juíza de execução penal que permitiu que o artesanato venha a remir pena. Para que aconteça a remissão, servidores do Iapen avaliam tudo que é produzido durante a semana. Existe um critério para que o tempo utilizado na construção do artesanato seja hábil para remissão.
O trabalho interno é regulamentado pela portaria nº 033 de 01/09/2012, com a parceria da Vara de Execuções Penais. Segundo a diretora da unidade, Jandira Bande...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs33




Evento conta com aproximadamente 40 artesãos, de microempreendimentos individuais a associações
Ayanne Timóteo
Vitória - O trabalho com artesanato pretende resgatar a autoestima dos artesãos, da cultura e principalmente gerar trabalho e renda. A 1ª Feira de Artesanato e Economia Solidária da Serra será realizada de 13 a 16 de dezembro e tem como público-alvo turistas, moradores do município e Grande Vitória, estudantes e empresários. O Sebrae no Espírito Santo vai apoiar a Feira por meio do Programa Sebrae de Artesanato.
O evento vai abranger todas as formas de arte do município da Serra. Contará com aproximadamente 40 artesãos, de microempreendimentos individuais a associações. A feira terá uma divisão segmentada e cada estande contará com um tipo de artesanato.
O evento possibilitará a participação de profissionais formalizados com Carteira de Artesão, Associação de Artesanato e microempreendedores individuais. Se...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs31




Saiba quem está se dando bem com o segmento no País e o que é preciso fazer para obter sucesso
Há 19 anos, o engenheiro químico Luis Moureira deu uma virada em sua vida: tornou-se um artesão e vive desse empreendimento até hoje. “A pintura em tecido era um hobby, até que desenvolvi uma técnica em tecido molhado que ganhou fama e se espalhou pelo País. Hoje, sou um privilegiado que pode ter o trabalho como hobby.”
Moureira conta que foi premiado nas duas últimas edições da feira Mega Artesanal. “Em 2010, ganhei o Prêmio Artesão e em 2011, entre 30 categorias, ganhei o prêmio principal.”
Em todo o País, cerca de 8,5 milhões de brasileiros fazem do artesanato o seu pequeno negócio, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Juntos, esses microempreendedores movimentam mais de R$ 50 bilhões por ano. 
Um mercado que motiva feiras como o 2º Salão do Artesão, iniciado no dia 5 de dezembro e que termina neste d...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs01




O projeto é executado pelo Polo de Proteção Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais em parceria com o Governo do Amazonas.
MANAUS- Comunidades indígenas de três municípios amazonenses são as primeiras a utilizar o látex de diferentes espécies de seringueiras na produção de peças artesanais.
O projeto é executado pelo Polo de Proteção Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais (Poloprobio) em parceria com o Governo do Amazonas, que tem incentivado as comunidades indígenas a desenvolver a técnica, por meio da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind).
A iniciativa conta com recursos da Petrobras e o apoio de instituições como o Banco do Brasil, Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Fundação Nacional do Índio (Funai).
A participação dos indígenas do Amazonas no projeto começou este ano em comunidades de Autazes, São Gabriel da Cachoeira e, mais recentemente, em B...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs00




O projeto é executado pelo Polo de Proteção Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais em parceria com o Governo do Amazonas.
MANAUS- Comunidades indígenas de três municípios amazonenses são as primeiras a utilizar o látex de diferentes espécies de seringueiras na produção de peças artesanais.
O projeto é executado pelo Polo de Proteção Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais (Poloprobio) em parceria com o Governo do Amazonas, que tem incentivado as comunidades indígenas a desenvolver a técnica, por meio da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind).
A iniciativa conta com recursos da Petrobras e o apoio de instituições como o Banco do Brasil, Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Fundação Nacional do Índio (Funai).
A participação dos indígenas do Amazonas no projeto começou este ano em comunidades de Autazes, São Gabriel da Cachoeira e, mais recentemente, em Borb...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 18hs00




Os primeiros produtos artesanais certificados da Bahia foram apresentados ao público nesta quarta-feira (05/12), em cerimônia no Palacete das Artes, em Salvador. Ao todo, 54 peças assinadas por 28 artesãos, foram contempladas com o Selo “A Bahia Feita à Mão”, inaugurando oficialmente o Programa de Certificação do Artesanato Baiano, lançado pelo Instituto Mauá em novembro do ano passado. 
Concebido em parceria com o Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Programa visa diferenciar e legitimar o artesanato do Estado através do Selo. “É uma forma de valorizar os nossos artesãos e de imprimir mais qualidade ao nosso artesanato já que, para obter a certificação, é preciso cumprir com requisitos socioambientais e ser representativo das manifestações culturais típicas da Bahia”, pontuou a diretora geral do Instituto Mauá, Emília Almeida.
O respeito e o cuidado com o me...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs31




Brasília (4 de dezembro) – O Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) participa da 23ª Feira Nacional de Artesanato, que acontece em Belo Horizonte, nos dias 4 a 9 de dezembro, no Pavilhão Expominas. Cerca de oito mil expositores devem comparecer ao evento, beneficiando aproximadamente 20 mil pessoas entre artesãos diretos e da cadeia produtiva. O público esperado é de 180 mil pessoas. 
Nesta edição, a feira realizada pelo Instituto Centro Cape, Central Mãos de Minas e Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), terá como tema as ‘Riquezas da Estrada Real’, uma homenagem às indústrias que começaram de forma artesanal e que hoje ganharam mercado nacional e internacional. 
Na feira, o PAB ocupa uma área de 648 m². Participam desta edição os estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs29




Quatro tipologias artesanais do estado são expostas e comercializadas em evento que reúne compradores de todo o paísPalmas – Peças resultantes da delicadeza e criatividade de mãos habilidosas de todo o país estarão expostas na 23ª Feira Nacional de Artesanato, em Belo Horizonte (MG), a partir desta terça-feira (4) até domingo (9). Os artesãos de Tocantins têm espaço garantido no evento - pelo menos quatro grupos serão levados pelo Sebrae no estado a Minas Gerais.
No Espaço do Artesanato Tocantinense, estarão em evidência produtos feitos a partir do capim dourado e do coco babaçu, os vitrais de Paranã e os trabalhos em patchwork do projeto Mãos que Fazem. “Essa é uma das nossas estratégias para inserir o artesão tocantinense no mercado nacional e, consequentemente, garantir que ele aumente sua lucratividade”, afirma a coordenadora da carteira de Projetos de Artesanato, Turismo e Cultura do Sebrae em Tocantins, Magvan Souz...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs28




Cerca de 500 peças estão em exposição neste fim de semana.
Trabalhos foram criados por índios das etnias mamaindê e sabanê.
Vitalidade, energia, beleza, criatividade e simplicidade são características fortes do artesanato indígena que encanta a todos. Em Vilhena (RO) cerca de 500 peças de artesanatos produzidos por indígenas remanescentes das etnias mamaindê e sabanê, estão em exposição na II Feira de Artesanato de Vilhena, neste fim de semana.
De acordo com o coordenador do Ponto de Cultura Cone Sul Plural, o professor Cledemar Jéferson Batista, a exposição e venda dos artesanatos fazem parte de uma das ações do para valorizar a cultura indígena em Vilhena. “É preciso que a população local reconheça e aprenda a valorizar as peças dos artesanatos indígenas. É fundamental que os indígenas conquistem a independência financeira, para preservar a própria cultura”, explica Jéferson.
Uma das indígenas que vendeu os a...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs26




Seis mineiros de Curvelo, Maria da Fé, Muzambinho, Arinos, Conceição das Alagoas e Patos de Minas estão entre os expositores
Simone Guedes
Belo Horizonte - As cem melhores unidades produtivas de artesanato do país vão expor e comercializar seus produtos na Feira Nacional de Artesanato, de 4 a 9 de dezembro, no Expominas, em Belo Horizonte (MG). Os vencedores do Prêmio Sebrae TOP 100 de Artesanato vão mostrar a diversidades e a riqueza dos produtos feitos em todo o Brasil.
Entre os expositores estão seis grupos de artesãos mineiros vencedores da terceira edição do prêmio: Dedo de Gente (Curvelo), Cooperativa Mariense de Artesanato (Maria da Fé), Fio Brasil (Muzambinho), Central Veredas (Arinos), Garimpo das Artes (Conceição das Alagoas) e Marias Artesãs (Patos de Minas). Os mineiros concorreram com mais de 1,8 mil unidades produtivas no país. Minas Gerais foi o estado com o maior número de inscritos, 282.
Os visitantes da Feira Naciona...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs26




Uma feira de artesanato itinerante e sazonal. A Feira Pop Up, o mais novo projeto da Secretaria de Trabalho Emprego e Renda (Seter), reúne associações de artesãos da Região Metropolitana de Belém para divulgar o trabalho produzido nesses espaços junto aos órgãos e instituições sediados em Belém, com o apoio da Diretoria de Economia Solidária da Seter. A iniciativa congrega 10 entidades que somam cerca de 30 expositores envolvidos no projeto.
A coordenadora do Artesanato Paraense da Seter, Atenilda Alencar, destaca a boa aceitação que o projeto vem recebendo do público. “Como é uma Feira sazonal, começamos com essa de Natal, mas devemos ter outra no verão, por exemplo. Levamos até 10 associações de artesãos a cada órgão visitado, mas o número depende sempre do espaço que nos disponibilizam. Esse projeto, em especial, beneficia os artesãos de Belém e da Região Metropolitana, onde ficam os órgãos que visitamos”, explica.
...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 08hs49




Os primeiros produtos artesanais certificados da Bahia foram apresentados ao público nesta quarta-feira (05/12), em cerimônia no Palacete das Artes, em Salvador. Ao todo, 54 peças assinadas por 28 artesãos, foram contempladas com o Selo “A Bahia Feita à Mão”, inaugurando oficialmente o Programa de Certificação do Artesanato Baiano, lançado pelo Instituto Mauá em novembro do ano passado. 
Concebido em parceria com o Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Programa visa diferenciar e legitimar o artesanato do Estado através do Selo. “É uma forma de valorizar os nossos artesãos e de imprimir mais qualidade ao nosso artesanato já que, para obter a certificação, é preciso cumprir com requisitos socioambientais e ser representativo das manifestações culturais típicas da Bahia”, pontuou a diretora geral do Instituto Mauá, Emília Almeida.
O respeito e o cuidado com o meio...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 08hs48



Histórico





 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
  , / . Bairro - - - faleconosco@brartesanato.com