Br Artesanato
Cadastre-se
Entrar
 
HOME
 
 

Lojas


Quem somos

Ações do Bem

Notícias

Canal BRartesanato

Política de Uso

No BRartesanato artesão não paga

Notícias

 





A Orla de Atalaia é palco tradicional da festa de virada de ano no Piauí. Por esse motivo, vários órgãos do Governo do Estado estão trabalhando no local nesse período, incluindo o Programa de Artesanato Piauiense (Prodart), que inicia a exposição e comercialização de peças artesanais nesta quinta-feira (27). O Art Praia, que ficará na Orla de Atalaia, prossegue até o dia 7 de janeiro.
“Vamos fechar o ano com essa exposição na Orla de Atalaia, em Luís Correia, algo belíssimo para os visitantes, buscando superar o ano passado. Além da exposição, haverá várias oficinas, incluindo uma com materiais recicláveis. Ano passado tivemos apenas uma oficina. O Prodart trabalha incansavelmente na organização dessas feiras, pois são esses eventos que realmente divulgam nossos produtos”.
Ao longo desses dias haverá oficinas de pintura em tecido, pintura em tela, bijuterias e a novidade deste ano: a oficina de reciclagem, em parceria com o Projeto de E...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs01




Artistas aproveitam o período de final de ano para faturar em presentes. 
Criatividade e exclusividade são as vantagens dos produtos artesanais. 
Para quem trabalha com a arte é Natal o ano todo. Em Marília (SP), alguns artesãos usam a inspiração que surge até mesmo na madrugada para criar peças decorativas que mexem com a imaginação e até com o paladar.
Galhos secos encontrados na rua, Retrós de linha, bolinhas de natal dessas bem baratinhas e pisca-pisca. Juntando tudo é possível criar um belo enfeite de natal. É assim que Marina Pimentel produz as peças em seu ateliê. No local, é possível comprar presentes artesanais em conta ou comprar material para confeccioná-los. "Quando a pessoa está fazendo a própria peça para dar para outra, ela dá um carinho em cima daquela peça e é gostoso de receber, todo mundo gosta", conta a artesã.
A artesã Clarisse Alves Madureira também utiliza o que encontra na rua para criar...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs12




O Instituto dos Guardas Florestais do Amapá (Igfap) expôs ontem, 22, em sua sede, os artigos natalinos produzidos por guardas, em uma oficina em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). Latinhas, garrafas pet, tampas de recipientes, entre outros materiais, foram transformados em arte.
“Participamos da primeira oficina de técnicas recicláveis e agora estamos expondo o nosso produto com materiais que poderiam estar nas ruas”, contou a coordenadora de Meio Ambiente do Igfap, Ini Palheta.
Além da exposição, o material também foi comercializado, a preços de R$1,50 a R$ 30.
De acordo com Ini, todas as pessoas da coordenadoria de Meio Ambiente participaram do treinamento de artesanato, totalizando 28 guardas florestais.
“Nós aproveitamos o que poderia ter o lixo como destino e produzindo essas peças de artesanato expostas aqui. Além desse curso, eu já participei de outros, onde aprendi a fazer bolsas com garrafas p...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs12




Com mais de meio milhão de pessoas indo às compras, Feira de Artesanato e shoppings da capital projetam aumento nas vendas neste ano. Na Savassi, expectativa é de retraçãoUma multidão calculada em cerca de 120 mil pessoas, o dobro da quantidade de torcedores num dia de clássico Atlético x Cruzeiro no Mineirão, lotou ontem a Feira de Artesanato na Avenida Afonso Pena, no Centro de Belo Horizonte, desde as 5h da manhã. Segundo cálculos da Associação dos Expositores da Feira de Artes e Artesanato da Afonso Pena (Asseap), este ano o público e as vendas de Natal serão entre 20% e 30% maiores do que os registrados em igual período de 2011. Um dos motivos é que, ontem, as barracas ficaram abertas até as 17h, quando em dias normais encerram o expediente às 14h. 
Expositores como Rosana Diniz, porém, decidiram não ficar até o fim diante da enxurrada de vendas que conseguiram promover ainda pela manhã. Ela levou 500 pares de rasteirinhas para a barrac...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 15hs28




 Após a abertura oficial do evento, os visitantes puderam conhecer, por meio do artesanato produzido em 128 municípios do Estado, a história, tradição e cultura
O governador Ricardo Coutinho anunciou o lançamento do Selo do Artesanato Paraibano em 2013, que vai certificar a qualidade e a origem dos produtos ‘made in Paraíba’. A novidade foi apresentada durante a abertura do 17º Salão de Artesanato da Paraíba, na noite dessa quarta-feira (19), no Jangada Clube, na praia do Cabo Branco, em João Pessoa.
Após a abertura oficial do evento, os visitantes puderam conhecer, por meio do artesanato produzido em 128 municípios do Estado, a história, tradição e cultura. Nesta edição, que traz como tema o “Imaginário Infantil”, o destaque são os brinquedos artesanais que encantam crianças e adultos.
Além das peças, o salão também abre espaço para outras tipologias como a renda renascença e labirinto, a cerâmica, esculturas em madeira, ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 11hs19




Durante a 17ª edição do Salão de Artesanato Paraibano, em João Pessoa, estarão expostos 15 produtos que farão parte do projeto nacional “Expoarte – Brasil Original”, que visa dar visibilidade ao artesanato brasileiro nos mega eventos esportivos dos próximos anos (Copa das Confederações, Copa do Mundo e Jogos Olímpicos). Da Paraíba, serão selecionados 150 produtos artesanais que serão apresentados em diversas cidades brasileiras durante esses eventos. Uma prévia, com os 15 primeiros produtos selecionados, serão mostrados no Salão, entre os dias 19 de dezembro e 20 de janeiro de 2013, no Jangada Clube.
“Faremos o lançamento do Brasil Original aqui na Paraíba durante o Salão de Artesanato. Esses produtos que estamos selecionando há cerca de um mês terão uma grande visibilidade durante os eventos esportivos, em várias cidades do país. Os primeiros produtos já estarão sendo mostrados no Salão, em João Pessoa...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs54




Com projeto inicial em madeira construído em 1809, o Mercado Central de Fortaleza se destaca como um dos principais polos de artesanato da Capital, gerando milhares de empregos diretos e indiretos.
No inicio, os únicos produtos que podiam ser comercializados eram carnes, verduras e frutas. Após a demolição e das precárias instalações do mercado, em 1814, além da construção de um novo espaço conhecido por Cozinha do Povo, o mercado passou por uma grande e importante mudança.
Em 1931, os lojistas foram proibidos de vender frutas, legumes e carnes e tiveram que se adaptar à nova regra, o que mudou ramo dos negócios. Rendas, labirintos, esculturas, trabalhos manuais eram os novos produtos do comércio no local, o famoso artesanato.
Com o passar dos anos, várias reformas foram feitas no Mercado Central. Em 1975, o local foi reinaugurado, com um espaço bem maior. O espaço passou a contar com 1.200 metros quadrados. Devido ao grande movimento de turista...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs53




São mais de 700 artesãos de 126 municípios paraibanos, que irão expor trabalhos em cerâmica, madeira, tecelagens, fios, fibras, brinquedos populares e até gastronomia em uma área de 3.200 m²
O Programa de Artesanato da Paraíba abre, na próxima quarta-feira (19), o 17º Salão de Artesanato da Paraíba, no Jangada Clube, na praia do Cabo Branco, em João Pessoa. Entre as novidades deste ano, está a ampliação do número de artistas. São mais de 700 artesãos de 126 municípios paraibanos, que irão expor trabalhos em cerâmica, madeira, tecelagens, fios, fibras, brinquedos populares e até gastronomia em uma área de 3.200 m². O projeto arquitetônico é de Gustavo Vaz e Carolina Gomes.
Nesta edição, o Salão dará destaque aos brinquedos feitos à mão trazendo o tema “Imaginário Infantil”. A coordenadora geral do Programa de Artesanato Paraibano, Pâmela Bório, explicou que, mesmo se tratando do imaginário infantil, a feira não é exclusiva p...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs53




A agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes) é apoiadora da 1ª Feira de Artesanato e Economia Solidária da Serra, que começa nesta quinta-feira (13) e segue até domingo (16), das 10 às 21 horas, ao lado do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) de Laranjeiras.
A prefeitura da Serra preparou uma exposição, em 1.500 metros quadrados e 42 estandes, que irá comercializar artigos do Artesanato e Economia Solidária capixabas. A expectativa é receber cerca de dez mil pessoas por dia no local.
O agroturismo municipal vai ocupar um estande com uma grande variação de produtos como: pães, bolos, biscoitos, doces em compota e cristalizados, licores, queijos, chocolates, artesanato culinário e docinhos. Deliciosas esculturas feitas em leite ninho são algumas das novidades deste ano.
 “Essa é uma importante iniciativa no sentido de apoiar a cultura capixaba. Nossa intenção é proporcionar vis...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 11hs03




Chegou  grande dia. A última lista de candidatos selecionados é da categoria Idéia. E não era para menos. Foram 387 inscritos e analisados por um grupo muito especial de curadores formado por Ronaldo Lemos, Ronaldo Fraga, Rony Rodrigues, Alexandre Herchcovitch, Sergio Gwercman, Caio Túlio da Costa, Cid Torquato, Adélia Borges, Lala Deheinzelin e Ilse Guimarães.
A lista final tem 79 nomes que vão participar da etapa dos festivais regionais e terão a oportunidade de defender pessoalmente seus projetos em datas a serem definidas.
Por ora, é comemorar e começar a se preparar. O curador Ronaldo Lemos comenta que foi muito interessante fazer a análise e conhecer o que estava acontecendo em termos de economia criativa no Brasil.  Para fazer a sua seleção, ele usou como critérios a viabilidade do projeto proposto, a simplicidade ou objetividade da idéia. “Além disso, tentei apoiar projetos que apresentam alguma inovação na área em que foram apre...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 17hs12




Moradores de Santa Vitória do Palmar usam folhas, fibra e fruta da palmeira.
Investimento em produção é pequeno e retorno garante sustento o ano todo.
Símbolo de Santa Vitória do Palmar, no Sul do Rio Grande do Sul, o butiá está por toda parte, em praças e ruas da cidade . Além de embelezar a paisagem, a partir desta palmeira nativa da América do Sul são produzidos inúmeros pratos típicos e até mesmo artesanato. Grupos de moradores do município usam a criatividade para transformar folhas e fibra em objetos de decoração e o fruto em receitas cuja venda garante renda extra às famílias o ano todo.
“Há pessoas que vêm de fora para comprar o suco e o licor de butiá. Outros não conhecem a fruta e ficam deslumbrados quando a conhecem”, relata a artesã Ângela Castro. Ela faz parte de um dos três grupos que usam a folha, a fibra e também o coquinho da palmeira como matéria-prima para a produção de bandejas, garrafas, arranjos, c...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs05




“Depois do treinamento as vendas triplicaram, tem comerciante de Águas de Lindóia que nos procurou interessado em nossos produtos”. Esse é o relato de Lúcia Helena Arruda Belinato, uma das integrantes da Associação do Batinga, que participou do curso de decoupage oferecido pelo SENAR MINAS.
As alunas participaram do curso com o objetivo de oferecer maior diversidade de produtos e também para incrementar a renda das famílias que fazem parte da associação. “A gente já produzia alimentos derivados do leite, agora, nós começamos a trabalhar também com o artesanato de decoupage, e tem dado muito certo”, ressalta Lúcia.
Criada há 15 anos, a associação conta com a participação de 30 produtores e trabalhadoras rurais da região de Jacutinga e Monte Sião. Para as mulheres, a união faz a força. Durante o dia, o trabalho é na lavoura e à noite, elas se dedicam ao serviço da associação. Os encontros acontecem uma vez por semana no barracão ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs34




Peças artesanais produzidas por centenas de presos da unidade de regime fechado nº 1 e unidade de regime fechado feminino de Rio Branco, estarão em exposição nos dias 11 e 12 de dezembro Palácio da Justiça em Rio Branco. A mostra é aberta ao público e pode ser visitada das 9h às 17h.
O material é confeccionado através do projeto “passaporte”. o projeto foi idealizado pela direção e coordenação da Unidade de Regime Fechado Nº1, iniciou no dia 1º de setembro de 2012, sob aprovação da juíza de execução penal que permitiu que o artesanato venha a remir pena. Para que aconteça a remissão, servidores do Iapen avaliam tudo que é produzido durante a semana. Existe um critério para que o tempo utilizado na construção do artesanato seja hábil para remissão.
O trabalho interno é regulamentado pela portaria nº 033 de 01/09/2012, com a parceria da Vara de Execuções Penais. Segundo a diretora da unidade, Jandira Bande...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs33




Evento conta com aproximadamente 40 artesãos, de microempreendimentos individuais a associações
Ayanne Timóteo
Vitória - O trabalho com artesanato pretende resgatar a autoestima dos artesãos, da cultura e principalmente gerar trabalho e renda. A 1ª Feira de Artesanato e Economia Solidária da Serra será realizada de 13 a 16 de dezembro e tem como público-alvo turistas, moradores do município e Grande Vitória, estudantes e empresários. O Sebrae no Espírito Santo vai apoiar a Feira por meio do Programa Sebrae de Artesanato.
O evento vai abranger todas as formas de arte do município da Serra. Contará com aproximadamente 40 artesãos, de microempreendimentos individuais a associações. A feira terá uma divisão segmentada e cada estande contará com um tipo de artesanato.
O evento possibilitará a participação de profissionais formalizados com Carteira de Artesão, Associação de Artesanato e microempreendedores individuais. Se...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs31




Saiba quem está se dando bem com o segmento no País e o que é preciso fazer para obter sucesso
Há 19 anos, o engenheiro químico Luis Moureira deu uma virada em sua vida: tornou-se um artesão e vive desse empreendimento até hoje. “A pintura em tecido era um hobby, até que desenvolvi uma técnica em tecido molhado que ganhou fama e se espalhou pelo País. Hoje, sou um privilegiado que pode ter o trabalho como hobby.”
Moureira conta que foi premiado nas duas últimas edições da feira Mega Artesanal. “Em 2010, ganhei o Prêmio Artesão e em 2011, entre 30 categorias, ganhei o prêmio principal.”
Em todo o País, cerca de 8,5 milhões de brasileiros fazem do artesanato o seu pequeno negócio, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Juntos, esses microempreendedores movimentam mais de R$ 50 bilhões por ano. 
Um mercado que motiva feiras como o 2º Salão do Artesão, iniciado no dia 5 de dezembro e que termina neste d...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs01




O projeto é executado pelo Polo de Proteção Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais em parceria com o Governo do Amazonas.
MANAUS- Comunidades indígenas de três municípios amazonenses são as primeiras a utilizar o látex de diferentes espécies de seringueiras na produção de peças artesanais.
O projeto é executado pelo Polo de Proteção Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais (Poloprobio) em parceria com o Governo do Amazonas, que tem incentivado as comunidades indígenas a desenvolver a técnica, por meio da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind).
A iniciativa conta com recursos da Petrobras e o apoio de instituições como o Banco do Brasil, Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Fundação Nacional do Índio (Funai).
A participação dos indígenas do Amazonas no projeto começou este ano em comunidades de Autazes, São Gabriel da Cachoeira e, mais recentemente, em B...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs00




O projeto é executado pelo Polo de Proteção Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais em parceria com o Governo do Amazonas.
MANAUS- Comunidades indígenas de três municípios amazonenses são as primeiras a utilizar o látex de diferentes espécies de seringueiras na produção de peças artesanais.
O projeto é executado pelo Polo de Proteção Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais (Poloprobio) em parceria com o Governo do Amazonas, que tem incentivado as comunidades indígenas a desenvolver a técnica, por meio da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind).
A iniciativa conta com recursos da Petrobras e o apoio de instituições como o Banco do Brasil, Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Fundação Nacional do Índio (Funai).
A participação dos indígenas do Amazonas no projeto começou este ano em comunidades de Autazes, São Gabriel da Cachoeira e, mais recentemente, em Borb...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 18hs00




Os primeiros produtos artesanais certificados da Bahia foram apresentados ao público nesta quarta-feira (05/12), em cerimônia no Palacete das Artes, em Salvador. Ao todo, 54 peças assinadas por 28 artesãos, foram contempladas com o Selo “A Bahia Feita à Mão”, inaugurando oficialmente o Programa de Certificação do Artesanato Baiano, lançado pelo Instituto Mauá em novembro do ano passado. 
Concebido em parceria com o Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Programa visa diferenciar e legitimar o artesanato do Estado através do Selo. “É uma forma de valorizar os nossos artesãos e de imprimir mais qualidade ao nosso artesanato já que, para obter a certificação, é preciso cumprir com requisitos socioambientais e ser representativo das manifestações culturais típicas da Bahia”, pontuou a diretora geral do Instituto Mauá, Emília Almeida.
O respeito e o cuidado com o me...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs31




Brasília (4 de dezembro) – O Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) participa da 23ª Feira Nacional de Artesanato, que acontece em Belo Horizonte, nos dias 4 a 9 de dezembro, no Pavilhão Expominas. Cerca de oito mil expositores devem comparecer ao evento, beneficiando aproximadamente 20 mil pessoas entre artesãos diretos e da cadeia produtiva. O público esperado é de 180 mil pessoas. 
Nesta edição, a feira realizada pelo Instituto Centro Cape, Central Mãos de Minas e Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), terá como tema as ‘Riquezas da Estrada Real’, uma homenagem às indústrias que começaram de forma artesanal e que hoje ganharam mercado nacional e internacional. 
Na feira, o PAB ocupa uma área de 648 m². Participam desta edição os estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs29




Quatro tipologias artesanais do estado são expostas e comercializadas em evento que reúne compradores de todo o paísPalmas – Peças resultantes da delicadeza e criatividade de mãos habilidosas de todo o país estarão expostas na 23ª Feira Nacional de Artesanato, em Belo Horizonte (MG), a partir desta terça-feira (4) até domingo (9). Os artesãos de Tocantins têm espaço garantido no evento - pelo menos quatro grupos serão levados pelo Sebrae no estado a Minas Gerais.
No Espaço do Artesanato Tocantinense, estarão em evidência produtos feitos a partir do capim dourado e do coco babaçu, os vitrais de Paranã e os trabalhos em patchwork do projeto Mãos que Fazem. “Essa é uma das nossas estratégias para inserir o artesão tocantinense no mercado nacional e, consequentemente, garantir que ele aumente sua lucratividade”, afirma a coordenadora da carteira de Projetos de Artesanato, Turismo e Cultura do Sebrae em Tocantins, Magvan Souz...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs28




Cerca de 500 peças estão em exposição neste fim de semana.
Trabalhos foram criados por índios das etnias mamaindê e sabanê.
Vitalidade, energia, beleza, criatividade e simplicidade são características fortes do artesanato indígena que encanta a todos. Em Vilhena (RO) cerca de 500 peças de artesanatos produzidos por indígenas remanescentes das etnias mamaindê e sabanê, estão em exposição na II Feira de Artesanato de Vilhena, neste fim de semana.
De acordo com o coordenador do Ponto de Cultura Cone Sul Plural, o professor Cledemar Jéferson Batista, a exposição e venda dos artesanatos fazem parte de uma das ações do para valorizar a cultura indígena em Vilhena. “É preciso que a população local reconheça e aprenda a valorizar as peças dos artesanatos indígenas. É fundamental que os indígenas conquistem a independência financeira, para preservar a própria cultura”, explica Jéferson.
Uma das indígenas que vendeu os a...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs26




Seis mineiros de Curvelo, Maria da Fé, Muzambinho, Arinos, Conceição das Alagoas e Patos de Minas estão entre os expositores
Simone Guedes
Belo Horizonte - As cem melhores unidades produtivas de artesanato do país vão expor e comercializar seus produtos na Feira Nacional de Artesanato, de 4 a 9 de dezembro, no Expominas, em Belo Horizonte (MG). Os vencedores do Prêmio Sebrae TOP 100 de Artesanato vão mostrar a diversidades e a riqueza dos produtos feitos em todo o Brasil.
Entre os expositores estão seis grupos de artesãos mineiros vencedores da terceira edição do prêmio: Dedo de Gente (Curvelo), Cooperativa Mariense de Artesanato (Maria da Fé), Fio Brasil (Muzambinho), Central Veredas (Arinos), Garimpo das Artes (Conceição das Alagoas) e Marias Artesãs (Patos de Minas). Os mineiros concorreram com mais de 1,8 mil unidades produtivas no país. Minas Gerais foi o estado com o maior número de inscritos, 282.
Os visitantes da Feira Naciona...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs26




Uma feira de artesanato itinerante e sazonal. A Feira Pop Up, o mais novo projeto da Secretaria de Trabalho Emprego e Renda (Seter), reúne associações de artesãos da Região Metropolitana de Belém para divulgar o trabalho produzido nesses espaços junto aos órgãos e instituições sediados em Belém, com o apoio da Diretoria de Economia Solidária da Seter. A iniciativa congrega 10 entidades que somam cerca de 30 expositores envolvidos no projeto.
A coordenadora do Artesanato Paraense da Seter, Atenilda Alencar, destaca a boa aceitação que o projeto vem recebendo do público. “Como é uma Feira sazonal, começamos com essa de Natal, mas devemos ter outra no verão, por exemplo. Levamos até 10 associações de artesãos a cada órgão visitado, mas o número depende sempre do espaço que nos disponibilizam. Esse projeto, em especial, beneficia os artesãos de Belém e da Região Metropolitana, onde ficam os órgãos que visitamos”, explica.
...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 08hs49




Os primeiros produtos artesanais certificados da Bahia foram apresentados ao público nesta quarta-feira (05/12), em cerimônia no Palacete das Artes, em Salvador. Ao todo, 54 peças assinadas por 28 artesãos, foram contempladas com o Selo “A Bahia Feita à Mão”, inaugurando oficialmente o Programa de Certificação do Artesanato Baiano, lançado pelo Instituto Mauá em novembro do ano passado. 
Concebido em parceria com o Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Programa visa diferenciar e legitimar o artesanato do Estado através do Selo. “É uma forma de valorizar os nossos artesãos e de imprimir mais qualidade ao nosso artesanato já que, para obter a certificação, é preciso cumprir com requisitos socioambientais e ser representativo das manifestações culturais típicas da Bahia”, pontuou a diretora geral do Instituto Mauá, Emília Almeida.
O respeito e o cuidado com o meio...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 08hs48




A 23ª Feira Nacional de Artesanato (FNA) será realizada de 4 a 9 de dezembro, no Expominas, com muitas novidades. Uma delas é um aplicativo com mapa ilustrado do evento em 2D, que oferece caminhos de busca sobre expositores e produtos.
A tecnologia - que pode ser acessada seguindo orientações do site, na avaliação da presidente do Instituto Centro Cape (ICCAPE), Tânia Machado, irá contribuir para gerar bons negócios no local e nos 12 meses seguintes ao evento. A expectativa é movimentar em torno de R$ 90 milhões.
O evento deste ano tem como tema “Estrada Real e suas riquezas”, com apresentação da história, produtos e serviços dos municípios que integram o circuito. A FNA terá 1.100 estandes e sete mil artesãos, que colocarão à venda 50 mil itens com preços que variam de R$ 7, os mais simples, a R$ 13 mil, os mais caros.
Lojistas
O primeiro dia da feira (4) é reservado aos lojistas, parte do Projeto Comprador, convênio entre ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 16hs19




Distribuídos pelo Brasil Rural Contemporâneo 2012 nos espaços de suas regiões ou na Praça dos Povos e Comunidades Tradicionais, há indígenas das mais diferentes tribos. Uns falam seus dialetos, outros só o português. Têm aqueles que trabalham com barro e os que preferem madeira, sementes ou penas. Apesar de características que os individualizam, possuem em comum o orgulho por suas origens e o talento para expressar em arte suas vivências.
Apayupi Wara, 42 anos, é artesão, assim como sua esposa, os oito filhos e a maior parte da tribo. Ele veio para a VIII Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária vender as peças fabricadas de barro e contas produzidas no Xingu em Mato Grosso. Apesar de não falar muito bem português, deixa clara sua opinião sobre o evento. “Muito boa essa feira. Vem muitas pessoas e a gente vende muito”, conta.
Já Luciana Alves, 38, se expressa muito bem em português, e gosta de se apresentar com seu nome de bati...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 16hs18




Por um fio: Arte medieval se torna produto artesanal para quem deseja exclusividade e qualidade milenar
A faca é o instrumento de corte mais antigo do que possamos imaginar, antes feitas de forma rudimentar com pedras e ferro, o aço e outros materiais são os mais comuns atualmente.
A utilização destas facas vai desde uso para alimentação, decoração, ferramenta, arma, e cada utilização requer uma lâmina, modelo e método de fabricação. O diferencial de uma faca forjada artesanalmente  para uma que foi feita de forma industrial é a capacidade de personalizá-la, porque nenhuma será igual a outra e pode ser feita de formar encomendada com algumas especificações pessoais do comprador.
Algumas partes de uma faca artesanal não existem em uma tradicional como o botão - é uma parte essencial nas facas forjadas integrais, e geralmente um indicador da qualidade técnica do artesão que a construiu;  ricasso-parte cuja denominação vem do in...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs38




O trabalho e a dedicação de duas mil artesãs do Programa Talentos do Brasil Moda pode ser conferido no Brasil Rural Contemporâneo 2012. A riqueza da produção artesanal de mulheres de oito estados brasileiros bate recorde de vendas em apenas dois dias de Feira, na Marina da Glória (RJ).
No espaço de 346 m², na Praça da Sociobiodiversidade, oito das 17 cooperativas que compõem o Talentos do Brasil Moda expõem peças modernas elaboradas com saberes tradicionais. De acordo com o coordenador geral da Feira, Arnoldo de Campos, o segundo dia do evento rendeu o dobro do primeiro para as expositoras do espaço. “A expectativa é de que o lucro dobre todos os dias, já que é novidade o  programa estar nessa praça. As peças do Talentos do Brasil Moda são sustentáveis”, afirma.
O programa, criado em 2005, possui um catálogo com mais de 1,5 mil produtos de moda, como bolsas, colares, pulseiras e sapatos. Sucesso no Brasil, o Talentos já ganhou espaço n...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs37




Projeto surgiu para fortalecer a renda econômica das quebradeiras de coco.
O escritório regional de Caxias da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), órgão vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), lança o Projeto Cores do Sertão Maranhense, nesta quarta-feira (28), às 8h, na Praça da Matriz, como parte da I Feira de Artesanato Natalino do município.
O Projeto Cores do Sertão Maranhense surgiu para fortalecer a renda econômica das quebradeiras de coco que sustentam suas famílias por meio da venda do babaçu. Cerca de 60 quebradeiras da Região dos Cocais que produzem peças artesanais, a partir da folha da palmeira babaçu, participam da Feira. Entre as peças de artesanato, estão à venda peças de decoração natalina, flores para casamento, presentes para aniversários, dentre outros adereços.
Geração de renda
A partir do lançamento, o Projeto será ampliado para outros m...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs05




Inscrições para missão técnica do Sebrae terminam nesta quinta-feira (29)
Na próxima semana, artesãos do Mato Grosso do Sul visitam Belo Horizonte-MG para conhecer a 23ª Feira Nacional de Artesanato. A missão técnica organizada pelo Sebrae/MS parte de Campo Grande no sábado, 7 de dezembro, às 14 horas, e retorna no dia 9, às 21 horas.
“É importante a participação dos artesãos daqui nesta que é uma das maiores feiras nacionais do setor. Com isso, eles podem conhecer as tendências do mercado e, principalmente, ter contato com profissionais e lojistas não só do Brasil, como de outros países”, destaca Anna Karolina Monteiro, analista técnica do Sebrae.
Nos dias 8 e 9, os participantes que passeiam pelo Expominas, local onde acontece o evento, poderão conferir aproximadamente 50 mil itens artesanais expostos e comercializados por sete mil expositores, segundo estimativa dos organizadores. São produtos de rendas, artesanato indígena, barro, ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs04




As atividades vão até esta quinta-feira (22).
Oficinas são gratuitas e as vagas limitadas.
té o dia 22 de novembro acontecem as oficinas de artesanato promovidas pela Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) dentro da Semana Global de Empreendedorismo.
As oficinas tiveram início na tarde dessa terça-feira (20) com seis temas diferentes abordados. Na tarde desta quarta-feira (21), a partir das 14h, serão abertas mais seis oficinas para os interessados na arte artesã. Confira a programação:
20/11 – 19h às 21h
Oficina de artesanato: “Porta Guardanapo Paliteiro”
21/11 – 14h às 16h
Oficina de artesanato: “Organizador de Revistas”
21/11 – 14h às 16h
Oficina de artesanato: “Chaveiro Copa do Mundo”
21/11 - 16h30 às 18h30
Oficina de artesanato: “Caixa para Presente / Renda”
21/11 - 16h30 às 18h30
Oficina de artesan...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 16hs08




Cento e cinquenta produtos do artesanato paraibano serão selecionados para fazer parte do projeto Brasil Original, lançado pelo Sebrae, na semana passada, no Rio de Janeiro. O objetivo do projeto é aproveitar a enorme visibilidade que o país ganhará nos próximos anos com os eventos esportivos (Copa das Confederações, Copa do Mundo e Jogos Olímpicos) e divulgar a diversidade do artesanato brasileiro. Os produtos selecionados terão o selo “Brasil Original” e serão expostos em diversas cidades brasileiras.
“Apesar da Paraíba não possuir cidade sede desses jogos, nosso projeto foi aprovado e já estamos em campo para selecionar os produtos. Temos uma metodologia de seleção, com consultoria, para avaliarmos quais produtos farão parte do Brasil Original”, explicou a gestora de Artesanato do Sebrae Paraíba, Maísa Duarte. Segundo ela, esses trabalhos já serão expostos no 17º Salão do Artesanato da Paraíba, que será realizado ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 16hs07




O curso integra o PNC- Plano Nacional de Capacitação para Artesãos e Multiplicadores que está percorrendo todos os estados brasileiros
No segundo dia de capacitação do PAB - Programa de Artesanato Brasileiro que acontece até sexta-feira, 23, no Centro Empresarial Sebrae, em Palmas, a turma de alunos, formada por artesãos de diversas regiões do Estado, pode aprender técnicas de como vender seu produto, atribuir preço, ponto de vendas, propaganda e marketing, além de levantamentos sobre a iconografia do Estado.
A qualidade e a precisão da arte tocantinense chamaram a atenção do instrutor André Ferreira, da Bahia. “Estamos felizes com o rendimento do curso, apesar de ser um Estado novo os artesãos buscam a referência da sua arte aqui mesmo no Tocantins, formando um trabalho de qualidade, tanto no trançado e técnica quanto no valor simbólico do produto que é o diferencial do artesanato”, declarou Ferreira.
Com 27 anos de profissão na arte...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 16hs06




Rendas do Nordeste, bordados, aplicações, tecidos naturais, materiais orgânicos, tecelagens diversas e uma infinidade de opções. A riqueza do Brasil em termos de artesanato é fantástica e referência de moda no Exterior.
A moda artesanal é a cara do verão e pode ser muito chique, ao contrário do que muita gente pensa. Tecidos naturais com metalizados, por exemplo, ficam prá lá de charmosos e elegantes. As cores terrosas e naturais também transmitem sofisticação quando usadas em modelagens que são tendência ou em peças clássicas, renovando a roupa apenas no tecido.
O artesanato também é ótima escolha para bijuterias, que podem agregar personalidade quando usadas com peças de outros estilos. Invente do seu jeito e incorpore peças feitas a mão nos seus looks de verão para ficar bem do seu jeitinho!
Jornalista Anah Ferraz - Especializada em Moda, Mercado e Comunicação pela PUC/RS
Fonte: wp


Postado por: BRartesanato às 16hs05




Iniciativa irá expor artigos produzidos em 28 municípios
Começa no dia 30 de novembro o 12º Feirão de Artesanato e Produtos Regionais do Baixo São Francisco. O evento, que é promovido anualmente pela 4ª Superintendência da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), prossegue até o dia 2 de dezembro, na sede da Codevasf em Aracaju. A feira irá expor artigos produzidos por artesãos e produtores dos 28 municípios atendidos pela Codevasf.
A feira é aberta ao público em geral e funciona, durante os três dias, das 8h às 19h, com entrada gratuita. Na última edição do Feirão de Artesanato e Produtos Regionais do Baixo São Francisco, cerca de 90 artesãos apresentaram a sua produção. A proposta da Codevasf é oferecer uma fonte de renda alternativa para as comunidades locais, ao mesmo tempo em que ajuda a manter vivas as culturas e tradições locais e fortalece as potencialidades da região.
Além de incenti...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 16hs05




O 17º Salão de Artesanato da Paraíba será realizado de 20 de dezembro a 20 de janeiro de 2013, no Jangada Clube, praia de Cabo Branco, em João Pessoa. Em uma área de 3.200m², cerca de 700 artesãos de 126 municípios paraibanos vão expor seus trabalhos em cerâmica, madeira, tecelagens, fios, fibras, brinquedos populares e até gastronomia.
Nesta edição, o salão dará destaque aos brinquedos feitos à mão, trazendo como tema “Imaginário Infantil”. Outra novidade é o Museu dos Brinquedos, do artesão e colecionador Aroldo William, e uma árvore de Natal interativa no final do corredor de exposição, onde o visitante poderá deixar sua mensagem e opinião sobre o Salão.
O salão é uma promoção do governo do Estado, por meio do Programa de Artesanato da Paraíba, vinculado à Secretaria de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico (Setde), sob a coordenação geral da primeira-dama do Estado, Pâmela Bório.
O salão vai funcionar d...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 15hs33




O secretário de Estado de Trabalho e Emprego, Hélio Rabelo, participou, na última quarta-feira (14) da abertura da Feira de Artesanato e Agricultura Familiar, do distrito de Serra do Cipó, em Santana do Riacho, região Central do estado. O evento, realizado pela Prefeitura Municipal, inaugurou as 12 barracas e o som comprados pela Associação de Artesãos e Produtores da Agricultura Familiar de Santana do Riacho, com recursos de emenda parlamentar do deputado estadual Carlos Pimenta, ex-secretário da pasta de Trabalho e Emprego.  
A iniciativa beneficiou diretamente 35 empreendimentos e garante a realização mensal das feiras, que tiveram início no mês de março. Antes, as barracas tinham que ser alugadas, o que inviabilizava financeiramente o evento.
 
Para Hélio Rabelo, além das maravilhas naturais, a Serra do Cipó encanta por sua gente e seu artesanato. “Essas riquezas não podem ficar escondidas. Precisamos apoiar o artesanato local e a...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 15hs33




Interessados devem se inscrever até o dia 1º de dezembro.
Cartonagem e óleo sobre tela são algumas das aulas oferecidas.
O Serviço Social da Indústria (Sesi) de Mogi das Cruzes está com as inscrições abertas para os cursos de Artesanato e Artes Plásticas até o dia 1º de dezembro. O tema desta edição é Festas e o Sesi oferece algumas aulas como Cartonagem, Óleo sobre Tela e Desenho Artístico, Estamparia em tecido, Appliqué e Arte em Feltro. O preço é de R$ 25. Já para associados do Sesi e aposentados o preço é R$ 14.
A duração total dos cursos regulares é de 8 horas. São três encontros semanais e a maioria das aulas acontece no período da tarde. Um dos cursos oferecidos é o de Cartonagem. Segundo Sandra Marcondes, agente de atividades sócio-culturais do Sesi de Mogi, essa é uma técnica que desenvolve diferentes produtos a partir de uma folha de papel-cartão. "É possível produzir álbuns de fotos e caixas de natal, por exemplo", ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 15hs32




Para dona Iracy da Silva, moradora de Palmas que há 11 anos trabalha com artesanato de Capim Dourado e tem sua renda exclusiva deste trabalho
Desenvolver o setor artesanal a fim de gerar mais oportunidades de trabalho e renda é o objetivo PAB - Programa Artesanato Brasileiro, que realiza de hoje, 19, a sexta-feira, 23, um curso de capacitação para os artesãos tocantinenses. A qualificação, segundo a chefe de gabinete da Secretaria de Estado da Cultura, Daniela Olivo, “aborda empreendedorismo, comercialização, vitrinismo e dicas de como fazer distribuição no Estado e fora dele. É uma parceria com o Sebrae, que muda a realidade dessas pessoas que já possuem o artesanato como sua fonte de renda”, afirmou.
Para dona Iracy da Silva, moradora de Palmas que há 11 anos trabalha com artesanato de Capim Dourado e tem sua renda exclusiva deste trabalho, a capacitação faz o diferencial no seu negócio. “Quanto mais a gente aprende é melhor para a gente f...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 15hs31




Brasília -  Moradores e usuários da Reserva Extrativista (Resex) do Cazumbá-Iracema, no Acre, ganham cada vez mais espaço em feiras de artesanato pelo país. Isso é resultado, em parte, da capacitação oferecida aos extrativistas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra a reserva, com o apoio de parceiros.
Nesta semana, entre os dias 13 e 14, a artesã Leonora Siqueira Maia, da reserva, participou do espaço Empório Artesanal Amazônico na Feira AmazonTech, em Macapá (AP), representando o Grupo de Mulheres Artesãs do Núcleo do Cazumbá, que trabalham com a técnica do encauchado (impermebializado com borracha) de vegetais da Amazônia. A ação foi em parceria com o Sebrae.
No final do mês passado, os artesãos Jilberto Maia e Raimundo Soares representaram a Reserva Extrativista do Cazumbá-Iracema no Projeto Comprador 2012, promovido pelo Sebrae. O evento, realizado em Rio Branco, no Acre, expôs os artes...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 15hs30




Município é referência em produção com a matéria-prima.
Artesãos precisam buscar em outras cidades, o que encarece produção.
O artesanato em bambu produzido em Baependi (MG) é vendido em quase todo o Brasil. O município é referência na produção do artesanato em Minas Gerais, mas os artesãos da cidade estão com um problema: a falta da matéria-prima. Com isso, a maioria deles agora precisa comprar o bambu em outros municípios, o que tem diminuído o lucro e dificultado a produção no local.
A técnica para retirar a fibra e trançar o bambu exige muita habilidade. Seu Ismail Cândido de Lima é artesão e junto com o filho trabalha trançando o bambu. A venda das peças garante o sustento da família, tarefa que está cada vez mais complicada por causa da falta do material. "Está cada vez maid difícil. O bambu está mais distante e com isso aumentam os custos", alega o artesão.
A propriedade da família fica na zona rural de Baependi. Eles...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs47




Coleção Iaraguá, criada por artesãos com consultoria do artista plástico Flávio Freitas, será destaque na Vitrine Sebrae, que compõe a programação
Associar a cultura popular à literatura é a proposta do Sebrae no Rio Grande do Norte ao levar para a quarta edição do Festival Literário da Pipa (FliPipa) uma mostra do melhor artesanato produzido no estado. Tipologias premiadas de diferentes regiões e um projeto pioneiro de consultoria compõem a Vitrine Sebrae, que será instalada entre 22 e 24 de novembro, na praia de Pipa, em Tibau do Sul (RN).
O pioneirismo fica por conta das peças da coleção Iaraguá, produzidas por 15 artesãos da Cooperativa de Produção Artesanal do Potengi, de São Gonçalo do Amarante, sob a orientação do artista plástico Flávio Freitas. A série reúne sete grupos de objetos decorativos e utilitários em cerâmica, que seguem o estilo rústico moderno e têm como diferencial a intervenção de design,...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs46




Começou nesta segunda-feira (19), na Praça de Eventos do Norte Sul Plaza, ao lado da Renner, a exposição de telas e artesanatos de crianças e jovens da Escola Juliano Varela especializada no atendimento em Síndrome de Down. São 25 quadros pintados à mão que poderão ser apreciados e até comprados pelos visitantes. De acordo com a diretora da instituição, Cleone Rodrigues Ferreira, o objetivo dessa exposição é valorizar o trabalho desenvolvido pelas crianças nas aulas de artes e arrecadar dinheiro para a instituição que atende centenas de pessoas gratuitamente. A mostra vai até sexta-feira (23) e o horário de atendimento ao público vai de 10h às 22h e caso o visitante queira comprar alguma das peças o pagamento pode ser feito somente à vista.
Sociedade Juliano Varela - A Sociedade Educacional Juliano F. Varela acolhe a pessoa com Síndrome de Down, educa e socializa favorecendo a sua inclusão junto à sociedade. Oferece aos bebês atendiment...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs45




Há um mês, um grupo de cerca de nove artesãs montou uma associação em Uberaba, com a expectativa de melhorar a renda das famílias.
Segundo uma das coordenadoras do projeto “Amigas arteiras.com”, Fátima Lima, 43 anos, após um curso, onde todas as amigas se conheceram (por isso o nome), elas se reuniram com o intuito de montar uma associação. “Fomos alunas de uma conceituada professora de artesanato aqui em Uberaba, e, após o curso, com a amizade concretizada, nos reunimos com o objetivo de montar algo rentável para que todos pudessem conhecer o nosso trabalho”, relatou. 
Fátima explica que todas as companheiras são, na sua maioria, casadas, e que buscaram ajuda, de alguma forma, através dos trabalhos manuais. “Trabalhei doze anos direto. Hoje, trabalho na parte da manhã como servidora pública estadual, mas busquei no artesanato uma fuga, assim como outras amigas que chegaram ao curso com fortes crises de estresse originado pelos empre...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs44




A primeira edição da Feira Integrada de Crédito e Artesanato (Crediart) acontece entre esta terça-feira (20) e quinta-feira (22). O evento, promovido pela Pernambuco Participações e Investimentos S/A (Perpart), quer promover negócios, crédito, capacitação e formalização para empreendedores formais e informais do segmento artesanal de Pernambuco.
De acordo a assessoria da Perpart, o Crediart durará três dias e constitui-se em uma feira de artesanato e empreendedorismo que gerará oportunidades de desenvolvimento de negócios e de crescimento para artesãos de todo o estado.
No evento, será montada uma exposição de artesanato com 70 estandes, e tanto os expositores quanto o público visitante poderão participar, no primeiro dia, de palestras sobre inclusão financeira, oficinas oferecidas pelo Sebrae e pelo Senai, programação cultural, entre outras atividades. A expectativa é reunir 120 artesãos expositores que, além de comercializar seus produ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs44




Projeto Brasil Original do Sebrae vai divulgar qualidade e diversidade do design brasileiro até as Olimpíadas de 2016
Regina Mamede
Rio de Janeiro - Divulgar o Brasil como um país que produz um artesanato sofisticado, de alta qualidade e com designdiferenciado é o principal objetivo do Brasil Original. O projeto foi lançado pelo Sebrae nessa terça-feira (13), na Casa Cor Rio de Janeiro, evento de decoração que termina nesta quarta-feira (21).
O projeto tem como meta aproveitar a enorme visibilidade que o país ganhará nos próximos anos com a realização dos grandes eventos esportivos como a Copa das Federações, em 2013, que servirá de preparativo para a Copa do Mundo da FIFA 2014 e para os Jogos Olímpicos em 2016. “O projeto não se limita à venda de peças, mas também promove a nossa cultura por meio do que é produzido pelos nossos artesãos em todas as regiões”, afirma o coordenador nacional da carteira de artesanato do ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs13




Prodart está organizando uma série de atividades e participação em feiras até o final do ano
O estande do Piauí foi um dos mais visitados no 5° Salão Internacional do Artesanato, realizado em Brasília. No evento, o Governo do Estado, através do Prodart, levou 15 artesaõs individuais, cinco cooperativas e seis associações de Teresina e outros municípios. Ao todo, os piauienses comercializaram um valor de R$ 43.034,00.
Segundo Francisca Lemos, diretora-presidente do Prodart, os produtos confeccionados no Piauí são bem aceitos nas feiras, seja arte santeira, cestarias, tecelagem, bordados e outros segmentos. “São produtos que encantam o público pelo primor e qualidade”, diz Francisca Lemos, acrescentando que os artesãos do estado participam de cursos de reciclagem, buscam novas técnicas e estão cada dia mais empenhados na busca pela boa qualidade.
Até o final de ano, Francisca informa que o Prodart foi convidado para participar do Congresso J...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs12




Espaço fica na Academia da Cidade do município
Apontado como um dos municípios mais importantes do Sertão do Estado, Salgueiro – a 518 quilômetros do Recife, também é destaque em artesanato. Todos os anos grande parte da produção artesanal da cidade ganha espaço nos estantes da Feneart, feira do setor que ocorre anualmente no Centro de Convenções, em Olinda, e em outros eventos do País. Recentemente, os artesãos sertanejos conquistaram seu primeiro espaço de comercialização e divulgação do artesanato da terra e do restante do Estado. O local funciona na Academia da Cidade.
O espaço conta com cinco lojas que expõem produtos artesanais confeccionados por jovens e artistas da terceira idade ligados ou não aos programas sociais do município. São peças confeccionadas em madeira, papel machê, tecido, papel de café, fibra de pitombeira, caroá e couro. 
O visitante pode encontrar blusas, bolsas, objetos de decoração, utilidades domést...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs11




Evento ocorre na próxima semana no Parque Municipal da Expofesta
Da Redação
Brochier  - A Emater/RS-Ascar programa para o próximo sábado (24), em Brochier, o XI Seminário Regional de Artesanato do Vale do Caí. A atividade, que ocorre no Parque Municipal da Expofesta, com início previsto para as 10h30min, é parte da programação do Sábado no Parque, tradicional evento do município que, neste ano, chega a 10ª edição. O Seminário visa valorizar e integrar os artesãos do Vale do Caí, promovendo o resgate das raízes históricas e culturais do artesanato.
Na ocasião, será realizada a palestra com a coordenadora do Programa de Educação Previdenciária (PEP) da Gerência Executiva do INSS de Novo Hamburgo, Elisa Regina Knorst, que abordará o tema "Previdência social: construindo o amanhã". Já na parte da tarde, ocorrem exposição e comercialização de produtos artesanais, oficinas e mostras de trabalhos. Artesanato em fita, porongo, croch...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 09hs10




O artesanato com pele de tilápia é um dos destaques do estande da Codevasf na III Aquapescabrasil - Feira Internacional da Pesca e Aquicultura, que acontece até esta sexta (09), no Centro de Convenções da Bahia, em Salvador. Segundo os técnicos da Companhia, essa atividade está servindo como mais uma alternativa econômica para as comunidades consideradas em situação de risco, a exemplo do que acontece em Alagoas, onde a empresa atua por meio de sua 5ª Superintendência Regional, com sede em Penedo.
De acordo com o engenheiro de pesca Alexandre Delgado, chefe do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Itiúba, em Porto Real do Colégio (AL), o trabalho desenvolvido na cidade de Piranhas é um exemplo da importância da ação da Codevasf por meio dos Arranjos Produtivos Locais (APL).
A comitiva alagoana trouxe para a feira o trabalho com pele de tilápia desenvolvido pela Associação dos Artesãos de Piranhas, voltada a confecção de art...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 10hs48



Páginas 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | Próxima
Histórico





 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
  , / . Bairro - - - faleconosco@brartesanato.com