Br Artesanato
Cadastre-se
Entrar
 
HOME
 
 

Lojas


Quem somos

Ações do Bem

Notícias

Canal BRartesanato

Política de Uso

No BRartesanato artesão não paga

Notícias

 





No Acre, cooperativa defende certificado com custo reduzido. Coordenadora do Imaflora diz que assunto é prioridade no FSC. De olho no mercado de madeira certificada, produtores de reservas extrativistas na Amazônia buscam "selos verdes" para diferenciar seu trabalho e, em não muito tempo, podem ganhar certificação florestal específica para suas áreas de manejo. Adaptada à realidade comunitária, uma nova marca ajudaria a distinguir ainda mais o produto, uma vez que esclarece sua origem, muitas vezes vinculada à tradição cultural dos moradores da floresta. A possibilidade do novo selo é esperada com entusiasmo por integrantes da Cooperativa dos Produtores Florestais Comunitários (Cooperfloresta), no Acre. O conjunto de comunidades atentou para as vantagens do manejo florestal em meados dos anos 1990. Em 2002, tiveram a primeira experiência com material certificado. Hoje, quatro comunidades de reservas extrativistas no estado já adotam o FSC (Conselho de Manejo Florestal, ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 16hs37




Campo Grande (MS) – O governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), leva o artesanato sul-mato-grossense à IV Finnar - Feira Internacional de Negócios do Artesanato, em Brasília. O evento acontece de 16 a 25 de abril de 2010, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A feira funcionará nos dias úteis das 15 às 22h e em sábados, domingos e feriados, das 11h às 22h. Com o tema “Brasília. Capital de Todos os Povos”, a 4ª Finnar pretende tornar-se um palco das diferentes manifestações artísticas que representam nosso país e o mundo, por meio do artesanato, moda e gastronomia. A Capital Federal estará em festa e o público brasiliense mais uma vez aguarda as novidades desse evento já consagrado. O objetivo da 4ª edição da FINNAR é uma homenagem aos 50 anos de vida da Capital Federal. Esta edição pretende demonstrar o valor de sua existência e de sua produção enquanto patrimônio cultural dos nossos povos, tendo como int...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 16hs35




Massas de biscuit, madeira, linhas, tintas e agulhas são alguns dos ingredientes que, somados à criatividade, disposição e talento dos artesãos, resultaram em novas peças de artesanato para a coleção Bichos do Mar de Dentro. O grupo de integrantes dos municípios de Camaquã, Rio Grande, Pelotas, Piratini, São Lourenço do Sul, São José do Norte e Arroio Grande participou em março de oficinas de qualificação, ministradas por uma equipe de designers que integra o projeto Bichos do Mar de Dentro. Criado em 2006 pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), este ano, o projeto recebeu via Lei Rouanet, o aporte de R$ 200 mil em recursos do Instituto Votorantim, através da Fibria. A equipe do projeto é formada por uma gama de profissionais qualificados, que vão desde fotógrafos, ilustradoras, designer, consultores na área ambiental, entre outros. O cronograma de ações contempladas pela verba se estende até janeiro de 2011 e, além da criação de novos...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 16hs12




Cultura regional e oportunidades de negócios no campus Pampulha. A UFMG promoverá, entre os dias 03 e 08 de maio, a 11ª Feira de artesanato do Vale do Jequitinhonha. O evento terá entrada franca e será realizado na praça de serviços do campus Pampulha, em Belo Horizonte. Inicialmente organizada pelo programa Pólo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha, a partir da segunda edição, em 2001, a exposição passou a ser promovida pela Diretoria de Ações Culturais (DAC) da Universidade. A Feira constitui um importante espaço para a troca e comercialização dos produtos regionais dos artesãos do nordeste mineiro. Segundo diagnóstico realizado pelo Programa Pólo, uma das maiores dificuldades das pessoas que confeccionam artesanato no Vale é justamente a falta de espaço para expor os produtos. Dessa forma, a Feira proporciona um espaço importante de visibilidade e de trocas comerciais sem a necessidade de intermediários. Os dias de realização da exposição são...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 16hs00




Gurumã, tururi, jupati, miriti, cipó titica e tucumã são nomes indígenas dados a algumas fibras naturais da Amazônia que dão forma à arte da cestaria paraense. Numa magia de trançados de talas e pinturas, num instante os artesãos fazem surgir belas cestas, peneiras, leques, bolsas e outros adereços usados na decoração de ambientes, como utensílios de cozinhas e até mesmo como acessórios da moda. Artesanato muito popular na região, as técnicas da feitura de cestos são passadas de gerações a gerações de artesãos, sobretudo os que vivem ou têm origens no interior do Estado. A tradição de trançar fibras foi herdada dos índios, nossos primeiros habitantes, e está impregnada em quase todos os municípios do Pará. A produção de maior destaque está situada em Santarém, na região do Médio Amazonas, origem de outra cultura indígena muito peculiar: a cerâmica tapajônica. O local abriga polos de fabricação artesanal de cestaria, além de lojas que exportam...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 15hs58




Revitalização da feira da Praça Santos Dumont, oficinas, aulas de idioma e micro crédito especial, valorizam o artesão em Búzios. Instituído pelo Banco do Brasil em parceria com o Sebrae e a Prefeitura de Búzios, o projeto de Desenvolvimento Regional Sustentável – DRS, trabalha no município a valorização do artesão. Desenvolvido em todo o Brasil, o DRS busca atuar em cada cidade, alavancando atividades que se identifiquem com o local. - O DRS visa estimular atividades economicamente viáveis, socialmente justas e ambientalmente corretas, sempre respeitando a diversidade cultural local. Em Búzios identificamos o artesanato como sendo esta atividade, e desta forma buscamos incentivar ao máximo, profissionalizando o artesão, oferecendo facilidades e a bancarização dos envolvidos com o setor – anuncia o gerente do Banco do Brasil, Jefferson Couto, um dos responsáveis pela implantação do projeto em Búzios. Entre as formas de incentivo ao artesanato buziano, estão ...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 11hs58




Evento começa no dia 15 de abril e segue até o dia 23 com programação especial na UFMT, em Cuiabá. De 15 a 23 de abril, será realizada a Semana do Índio, promovida pela Associação de Amigos do Museu Rondon e pelo próprio Museu da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A programação inclui palestras, exposição de artesanato e apresentação do Coral Infanto-Juvenil da UFMT, sempre abrangendo a temática cultura indígena. A programação será aberta no dia 15, com a palestra ´´Boe Moto - Terra Bororo``, ministrada pelo indigenista Antonio João de Jesus, no auditório do Instituto de Ciências Humanas e Sociais da UFMT, das 9h às 11h e das 20h30 às 22h. Também nesse dia haverá projeção do filme ´´Rituais Bororo``, de 1917, de autoria de Thomaz Reis (Comissão Rondon). A sessão, aberta ao público em geral, será no Museu da Imagem e do Som (MISC), centro de Cuiabá, às 19h. No dia 19 haverá as palestras ´´A Questão Indígena no Livro Didático``, mini...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 11hs51




Peças de artistas de Bichinho serão expostas na casa. Sete artistas de Bichinho, distrito de Prados, visitam a vizinha Tiradentes para uma exposição na galeria de arte do Centro Cultural Yves Alves com o artesanato típico da região. A mostra Tiradentes recebe Bichinho, realizada pelo Sesi-MG e pelo Instituto Estrada Real, tem duração de um mês, com início em 16 de abril. O horário de visitação é de 10h às 18h de domingo a quarta-feira. De quinta a sábado, o fechamento é às 22h. A entrada é gratuita. Os artistas que participam de Tiradentes recebe Bichinho são: Alex Mendonça (pinturas em terra cota), Rosi Figues (estandartes em juta), Nara Arady (papel maché e mandalas), Hudson Ricardo Santana Rodrigues (painéis com madeira de demolição), Fábio Heleno Teixeira (esculturas com chapinhas), Fábio Francine Vilela (papel maché) e Berzé (personagens pintadas em madeira). O Centro Cultural Yves Alves fica na rua Direita, 168, no centro de Tiradentes. Fonte: Blog FI...

saiba mais

Postado por: BRartesanato às 11hs49



Histórico





 
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
  , / . Bairro - - - faleconosco@brartesanato.com